Há mais de um ano sem atuar, o meia Jadson, ídolo do Athletico, voltou a disputar uma partida oficial e a vestir a camisa rubro-negra depois de mais de 15 anos. O meia entrou na vitória do Furacão sobre o Vasco por 3 a 0, na Arena da Baixada, neste domingo (27), e já mostrou que pode ser uma peça importante para a equipe.

“Depois de dois meses e meio de trabalho, com dois períodos todos os dias. A equipe está de parabéns pelo jogo que fez. O resultado também ajudou para que eu voltasse a reestrear com a camisa do Athletico. Estou muito feliz. Espero ter mais oportunidades com o Autuori”, disse ele, em entrevista ao Furacão Live.

+ Confira a classificação completa do Brasileirão!

Jadson entrou em campo no segundo tempo e atuou por dez minutos. Com poucos toques na bola, mostrou toda sua qualidade e quase deu uma assistência para gol na reta final, com Nikão parando no goleiro.

A última vez que o meia tinha atuado foi no dia 8 de dezembro de 2019, quando defendia o Corinthians, pelo Brasileirão. De lá para cá, o meia deixou a equipe paulista após a chegada de Tiago Nunes e foi especulado em vários times.

Antes do Athletico, Jadson quase foi para o Coritiba

No começo do ano, chegou a ficar próximo de um acerto com o Coritiba, principal rival do Athletico, mas, após uma negociação conturbada, o clube optou por não contratá-lo, não aprovando a forma física do atleta.

Em outubro, o experiente jogador de 37 anos acertou sua volta ao Furacão, com o objetivo principal de aperfeiçoar sua forma física. Neste mês, Jadson treinou com o grupo pela primeira vez e foi relacionado para a partida contra o Red Bull Bragantino. No entanto, Paulo Autuori tinha deixado claro que dificilmente ele atuaria neste ano.

Agora, o treinador prega calma na volta do jogador. "O objetivo é colocá-lo gradativamente. O que vai acontecer em 2021, não posso falar. Não sabemos o que será ainda esse futuro imediato”, disse o treinador, em entrevista coletiva.

Jadson teve sua estreia muito celebrada pelos companheiros, que o abraçaram após o jogo.
Jadson teve sua estreia muito celebrada pelos companheiros, que o abraçaram após o jogo.| Albari Rosa/Foto Digital/UmDois Esportes

Os companheiros também vibraram com a estreia do meia. Após a partida, vários atletas foram abraçar o camisa 91.

"Muito feliz por ele. Sabemos da luta dele, não é fácil ficar o tempo que ele ficou parado. E ele voltou a jogar muito bem. Jadson tem total respeito do grupo e vai nos ajudar bastante", disse o atacante Carlos Eduardo.

Participe da conversa!
0