O Athletico passou 90 minutos sem sequer um chute na direção do gol e só empatou com o lanterna Fortaleza no duelo deste domingo (12), no Castelão, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time de Felipão finalizou oito vezes, mas todas para fora. Com isso, o Furacão deixa o G4 e desperdiça a chance de colar nos líderes.

+ Fortaleza x Athletico: ficha e fotos

O Athletico - que poderia ter subido para terceiro - cai para o quinto lugar, com 17 pontos - o Palmeiras lidera com 22. Por outro lado, o clube cearense segue afundado na lanterna do Brasileirão, com só sete pontos - o Botafogo, primeiro time acima da ZR, já tem 12 pontos.

+ Classificação do Campeonato Brasileiro

O Furacão teve três mudanças em relação à vitória sobre o Juventude, com Matheus Felipe, Léo Cittadini e Rômulo nas vagas de Pedro Henrique, Pedro Rocha e Pablo. Apesar de ter mantido a base dos jogos anteriores, o Athletico demorou a entrar no jogo, cedeu campo ao Fortaleza e sofreu uma pressão no início.

Cuello (pela direita) e Léo Cittadini (pela esquerda) tinham atuações discretas. Os laterais Khellven e Abner praticamente não passavam do meio-campo. E a bola pouco chegava para Rômulo na frente. Assim, o Furacão terminou o primeiro tempo sem sequer um chute na direção do gol de Marcelo Boeck.

Já o Fortaleza finalizou 11 vezes na etapa inicial, três delas no alvo. Bento, porém, mostrou segurança. Na melhor chance, Yago Pikachu soltou a bomba, e o goleiro salvou com o pé. Apesar de ainda cometer alguns erros na saída de bola, Bento tem evoluído e vai conquistando pontos com o técnico Felipão e com a torcida rubro-negra.

Athletico completa 90 minutos sem chutar no gol
Athletico completa 90 minutos sem chutar no gol| Gustavo Oliveira/Athletico

O Athletico trocou a camisa branca pela camisa preta na volta para o segundo tempo, mas o roteiro da partida não mudou. O Fortaleza rondava a área rubro-negra, arriscava em chutes de fora e ameaçava na bola aérea. Já o Furacão apostava nos contra-ataques. Em um deles, Cuello desperdiçou uma chance incrível.

Para dar novo gás ao time, Felipão colocou Pedrinho, Vitor Bueno, Marcelo Cirino e Matheus Babi. Sem resultado. O time abusava dos lançamentos longos e seguia com dificuldades para criar. Em uma das raras chances, Babi recebeu nas costas da marcação, encobriu Marcelo Boeck e quase marcou um golaço.

Com isso, o Athletico completou 90 minutos sem acertar o gol do Leão - que havia sido vazado em todos os jogos até então. Apesar disso, os números com Felipão ainda são positivos. Agora, são seis vitórias, dois empates e apenas uma derrota em nove jogos sob o comando do treinador de 73 anos (74% de aproveitamento).

Athletico volta a campo diante do Corinthians
Athletico volta a campo diante do Corinthians| Gustavo Oliveira/Athletico

O Athletico volta a campo diante do vice-líder Corinthians. O duelo da 12ª rodada está marcado para quarta-feira (15), às 21h30, na Arena da Baixada. Para essa partida, Felipão terá os retornos do zagueiro Pedro Henrique e do atacante Pablo - que estavam suspensos diante do Ceará.

Ficha técnica

Fortaleza 0x0 Athletico (11ª rodada)

Fortaleza: Marcelo Boeck; Landazuri (Hércules), Benevenuto e Titi; Jussa (Ceballos), Zé Welison, Lucas Lima (Silvio Romero) e Juninho Capixaba; Yago Pikachu, Moisés (Romarinho) e Robson (Renato Kayzer). Técnico: Juan Pablo Vojvoda.

Athletico: Bento; Khellven, Matheus Felipe, Nico Hernández e Abner; Hugo Moura, Matheus Fernandes (Erick) e David Terans (Pedrinho); Léo Cittadini (Vitor Bueno), Cuello (Marcelo Cirino) e Rômulo (Matheus Babi). Técnico: Felipão.

Local: Castelão (Fortaleza-CE).
Data: 12/06/2022.
Cartões amarelos: Yago Pikachu (FOR); Matheus Fernandes, Erick e Marcelo Cirino (CAP).
Público total: R$ 118.976,00.
Renda: R$ 118.976,00.
Árbitro: André Luis de Freitas Castro (GO).
Assistentes: Fabrício Vilarino da Silva (GO) e Thiago Gomes da Silva (GO).
VAR: Daiane Caroline Muniz dos Santos (SP).

Participe da conversa!
0