Athletico
Justiça

Ex-Athletico, lateral Marcinho é condenado por morte de casal no Rio de Janeiro

Por
UmDois Esportes
19/04/2023 15:28 - Atualizado: 04/10/2023 22:44
Marcinho é atleta do América-MG
Marcinho é atleta do América-MG | Foto: Divulgação/América-MG

Ex-Athletico e atualmente no América-MG, o lateral-direito Marcinho foi condenado a três anos e seis meses de prisão em regime aberto, pelo homicídio culposo de um casal de professores, em 2020, quando jogava pelo Botafogo. A pena será convertida em prestação de serviços sociais.

O crime aconteceu na capital carioca, quando Marcinho atingiu o casal na Aveninda Sernambetida e fugiu sem prestar socorros. Segundo a investigação do caso, o jogador abandonou o veículo a cerca de 600 metros do local do acidente.

+ Confira a tabela do Athletico no Brasileirão

A condenação de Marcinho foi assinada pelo juiz Rudi Baldi Loewenkron, da 34ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. O jogador também teve a carteira de habilitação suspensa pelo mesmo período da sentença.

Carro do jogador Marcinho após acidente. Foto: Divulgação.
Carro do jogador Marcinho após acidente. Foto: Divulgação.

Ainda segundo o TJ-RJ, Marcinho consumiu bebidas alcoólicas no dia do crime e a perícia apontou que o carro estava em alta velocidade.

O laudo também aponta que os pedestres estavam fazendo a travessia da via em lugar errado. O veículo estaria entre 86 km/h e 110 km/h em uma via de velocidade máxima de 70 km/h.

Pelo fato de a pena ter sido inferior a quatro anos, entre outros requisitos do Código Penal, a Justiça substituiu a pena de privação de liberdade pela prestação de serviços sociais.

Relembre a polêmica passagem de Marcinho pelo Athletico

Marcinho no Athletico. Foto: Albari Rosa/Arquivo/UmDois Esportes
Marcinho no Athletico. Foto: Albari Rosa/Arquivo/UmDois Esportes

O lateral chegou ao Furacão de forma polêmica em 2021 e gerou críticas por setores da torcida rubro-negra. Ao todo, Marcinho fez 57 jogos com a camisa do Athletico e conquistou a Copa Sul-Americana daquele ano.

O jogador de 25 anos foi afastado do clube por decisão do presidente Mario Celso Petraglia, após cometer pênalti nos acréscimos da partida contra o Palmeiras, no primeiro jogo da Recopa Sul-Americana, na Arena da Baixada.

Apesar de ter sido defendido por companheiros, ele foi hostilizado pela torcida, que já carregava uma enorme resistência à sua contratação.

Veja também:
Popó retruca desafio de Vitor Belfort no boxe
Popó retruca desafio de Vitor Belfort no boxe
Time saudita de Neymar iguala Coritiba e busca recorde de mais vitórias seguidas na história
Time saudita de Neymar iguala Coritiba e busca recorde de mais vitórias seguidas na história
Gre-Nal: Torcedores do Inter ficam feridos por cadeiras atiradas por rivais
Gre-Nal: Torcedores do Inter ficam feridos por cadeiras atiradas por rivais
Motorista de ônibus do Fortaleza detalha ataque que deixou jogadores feridos
Motorista de ônibus do Fortaleza detalha ataque que deixou jogadores feridos
participe da conversa
compartilhe
Encontrou algo errado na matéria?
Avise-nos
+ Notícias sobre Athletico
Carneiro Neto e os “atleticanos que queriam vender a Baixada”
Opinião

Carneiro Neto e os “atleticanos que queriam vender a Baixada”

Osorio elege Zapelli como seu preferido para a ‘zona 14’ e cita ex-craques europeus
Tática

Osorio elege Zapelli como seu preferido para a ‘zona 14’ e cita ex-craques europeus

Lucas Di Yorio desencanta no Athletico e mostra força por vaga na frente
Atacante

Lucas Di Yorio desencanta no Athletico e mostra força por vaga na frente