"El Paranaense" nunca foi um apelido tão apropriado para o Athletico. Com gols dos "gringos" Cuello e Canobbio, o Furacão superou o Libertad por 2 a 0 nesta quarta-feira (18), na Arena da Baixada, pela quinta rodada do Grupo B da Libertadores.

O resultado foi o que o Rubro-Negro precisava para assumir a segunda posição da chave, agora com os mesmos sete pontos do próprio Libertad. O Furacão só tem saldo menor: - 3 contra -1 do rival.

Veja a live pós-jogo com a análise da vitória

O Athletico agora precisa de uma vitória da última rodada contra o Caracas, também em casa, para confirmar a classificação, podendo, inclusive, terminar na liderança do grupo. O jogo será na quinta-feira (26), às 19h15.

Gringos marcam e ajudam Furacão a vencer na Baixada

Nem mesmo o clima gelado de Curitiba afastou a torcida que, apesar do momento, apoiou o Furacão do início ao fim. E a vibração das arquibancadas foi fundamental para ajudar o time em campo.

Na escalação, o Furacão iniciou com três mudanças. Nico Hernández, Christian e Cuello foram as opções de Felipão como titulares.

O time atleticano controlou o primeiro tempo, mas, assim como nos jogos anteriores, teve dificuldades no setor ofensivo. O Athletico trocava passes, acionava Canobbio e Cuello pelas beiradas, mas, na hora da finalização, não conseguia levar perigo.

+ Athletico 2x0 Libertad: veja os gols!

Cuello foi o único a arriscar de longe, mas errou o gol em duas chances. Um time burocrático e sem intensidade mais uma vez, o que irritou a torcida. Tanto que a equipe foi para os vestiários sob vaias e gritos de "tem que ter raça para jogar no Furacão".

E o protesto vindo das arquibancadas deu certo. Na volta dos vestiários, o time foi mais organizado e intenso nas jogadas. Um erro no começo assustou a torcida. Em um contra-ataque, o Bogarin chegou livre, mas Bento saiu da meta e impediu o ataque. O árbitro não deu falta e livrou o goleiro de um cartão.

No lance seguinte, Cuello, destaque da etapa inicial, fez a festa da torcida. Aos 12 minutos, o atacante arriscou da esquerda, a bola pegou um efeito e morreu nas redes do goleiro Martin Silva. Alívio e primeiro gol do camisa 28 na Libertadores.

Lance de Athletico x Libertad
Lance de Athletico x Libertad

O gol fez o Libertad sair de trás e se arriscar mais no ataque. Foi em um desses lances que o Furacão se aproveitou de um contra-ataque para ampliar. Terans arrancou e acionou Canobbio na área, que só tocou na saída do goleiro paraguaio. O incansável uruguaio, que é o sinônimo da raça tão pedida pela torcida, foi coroado também com seu primeiro gol pelo Athletico.

Terans e Cuello ainda finalizaram para a defesa de Martin Silva. Felipão tirou Christian, Terans, Pablo e Canobbio, e todos saíram aplaudidos de campo.

Na reta final, Bento defendeu dois chutes do adversário, mas a vitória era certa para Athletico. Comandado pelos gringos, o Rubro-Negro confirmou o resultado e agora chega bem mais tranquilo para a última rodada da Libertadores. A vitória também foi fundamental para afastar a desconfiança dos últimos jogos.

Antes do Caracas, o Furacão volta as atenções para o Brasileirão. No domingo (22), às 19h, o time encara o Avaí pela sétima rodada.

Ficha técnica

Ficha técnica
Libertadores - 5ª rodada
18/05/2022

ATHLETICO X LIBERTAD

Athletico: Bento; Khellven, Pedro Henrique, Nico Hernández e Abner; Hugo Moura, Christian (Erick) e David Terans (Matheus Felipe); Tomás Cuello, Canobbio (Pedro Rocha) e Pablo (Rômulo). Técnico: Felipão.

Libertad: Martín Silva, Iván Piris, Daniel Bocanegra, Alexander Barboza e Miguel Samudio; Franco (Roque Santa Cruz), Cristian Riveros (Óscar Cardozo), Diego Gómez (Caballero) e Lorenzo Melgarejo; Rodrigo Bogarín (Mendieta) e Antonio Bareiro (Merlini). Técnico: Daniel Garnero.

Local: Arena da Baixada (Curitiba-PR)
Árbitro: Patricio Loustau (ARG).
Assistentes: Ezequiel Brailovsky (ARG) e Facundo Roodríguez (ARG).
Gols: Cuello, a 10' e Canobbio a 23' do 2°.
Cartões amarelos: Canobbio, Pedro Henrique e Terans (A); Barboza, Bocanegra, Góme, Martín Silva e Mendieta (L).
Público total: 21.630.
Renda: R$ 307.900,00.

Participe da conversa!
0