Seis jogos consecutivos sem vencer no Brasileirão e duas eliminatórias à vista. O momento de oscilação do Athletico na temporada tem exigido cobrança interna, garante o zagueiro Pedro Henrique.

Com a fase ruim no Campeonato Brasileiro, a equipe tenta resgatar a confiança para enfrentar decisões no prazo de uma semana, contra FC Cascavel, valendo vaga na final do Campeonato Paranaense, e diante do Santos, pelo jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil, ambos fora de casa.

+ Veja as últimas notícias do Athletico

"A gente vem se cobrando bastante. É difícil, todas as equipes estão oscilando, é normal, ainda mais nós, que estamos em quatro competições nessa sequência. Esperamos melhorar rapidamente", disse em entrevista no domingo (5), após o empate sem gols com o Sport.

Entre uma decisão e outra, o Athletico enfrenta o América-MG, no sábado (11), no Independência, pelo Brasileirão, também como visitante. No campeonato, o Furacão vem de cinco derrotas seguidas (Atlético-MG, São Paulo, Cuiabá e Corinthians e Palmeiras) e um empate (Sport).

"É voltarmos a fazer o que vínhamos fazendo. Estamos trabalhando, se cobrando bastante entre nós. É voltar um pouco no passado, e repetir aqueles jogos do começo do Brasileiro. E lembrar também que abrimos uma vantagem (na Copa do Brasil)".

Sobre a diferença de rendimento nos mata-matas e no Brasileiro, Pedro Henrique diz que o time sentiu a sequência de jogos na maratona que tem enfrentado.

"Acredito que seja pela sequência dos jogos que tivemos. Foi a primeira semana que tivemos livre para treinar. Mas acho que não podemos colocar isso como desculpa, temos que melhorar muito. É se cobrar para, no próximo jogo, melhorar".

Pedro Henrique, zagueiro do Athletico

Confiante na reação, o zagueiro ressaltou que o Athletico conseguiu vantagem contra o Santos para o jogo decisivo na Vila Belmiro.

"A gente está bem confiante. Falta arriscar mais, mas estamos numa semifinal de Sul-Americana (contra o Peñarol), e também temos um placar de 1 a 0 contra o Santos, e também podemos nos classificar. Falta um pouquinho mais.

Participe da conversa!
0