O Athletico venceu o Metropolitanos por 1 a 0 nesta quarta-feira (28), na Arena da Baixada, pela segunda rodada do Grupo D da Sul-Americana. O único gol da partida foi de Renato Kayzer, aos oito minutos do segundo tempo, após assistência de Khellven.

Com o resultado, o Furacão mantém os 100% de aproveitamento e foi a seis pontos na tabela. Também nesta quinta, o Melgar venceu o Aucas por 2 a 0, em casa, e retomou a liderança do grupo - o Athletico fica em segundo pelo saldo de gols.

António Oliveira teve a volta de Santos e Thiago Heleno, que não atuaram na estreia contra o Aucas, e promoveu a entrada de Vitinho no ataque, deixando a equipe mais ofensiva. No primeiro tempo, o Furacão teve o domínio da partida e criou chances para sair na frente, mas errou nas tomadas de decisão.

O Athletico volta a campo contra o Paraná Clube, na sexta-feira (30), na Vila Capanema, em jogo atrasado da quinta rodada do Campeonato Paranaense.

Pela Sul-Americana, a equipe principal enfrenta o Melgar na próxima terça-feira (04), no estádio Nacional de Lima, às 21h30, no Peru. O jogo vale pela terceira rodada.

As primeiras oportunidades do Athletico surgiram pelos pés com Vitinho, que quase abriu o placar aos 18 minutos, mas a bola tocou na trave e saiu pela linha de fundo. Com maior posse de bola e organizado, o Furacão tentava achar espaços na defesa do Metropolitanos, mas esbarrou na retranca dos venezuelanos. Outra boa chance veio aos 38, quando Abner mandou uma bomba de longe e a bola foi por cima do gol de Giancarlo.

Nos acréscimos, Nikão por pouco não abriu o placar em cobrança de falta, seguido de Abner, em um chute perigoso que desviou na zaga e quase enganou o goleiro.

+ Confira como foi Athletico x Metropolitanos no Tempo Real!

No intervalo, o Athletico fez uma mudança, com a saída de Cittadini para a entrada de Khellven. Com isso, Erick deixou a lateral direita e foi para o meio-campo. O Furacão levou um susto logo no começo do segundo tempo, depois que Cova recebeu a bola, ficou na cara do gol, mas chutou errado.

Na sequência, o Athletico, enfim, chegou ao gol. E foi justamente após a troca de António Oliveira. Thiago Heleno fez o lançamento longo e na medida para Khellven, que cruzou na cabeça de Renato Kayzer tirar o zero do placar.

O Furacão tentou, mas não conseguiu ampliar. A equipe diminuiu o ritmo e caiu de produção na Baixada. António colocou Yago, Christian, Matheus Babi e Reinaldo no decorrer da etapa final, nos lugares de Fernando Canesin, Erick, Renato Kayzer e Vitinho, respectivamente, mas a equipe não conseguiu retomar a intensidade.

O Metropolitanos ainda ficou com um jogador a menos, depois que Marco Bustillo acertou uma cotovelada em Kayzer, e quase empatou aos 36, em uma jogada de Macín pela direita. Mas o placar não mudou.

Ficha técnica

SUL-AMERICANA
Grupo D - 2ª rodada
28/04/2021

ATHLETICO 1X0 METROPOLITANOS

Athletico
Santos; Erick (Christian), Pedro Henrique, Thiago Heleno e Abner Vinícius; Richard, Léo Cittadini (Khellven) e Fernando Canesin (Yago); Nikão, Vitinho (Reinaldo) e Renato Kayzer (Matheus Babi).
Técnico: Antônio Oliveira

Metropolitanos
Giancarlo Schiavone; Leminger Bolívar (Colmenarez), Andrés Ferro, Steven Pabón (Juan Mancín), Leonardo Falcón e Néstor Cova; Robinson Flores, Christian Larotonda (Rosa), Abraham Bahachille e Luis Martell (Soto); Marco Bustillo.
Técnico: José María Morr

Local: Arena da Baixada
Árbitro: Gustavo Tejera (URU)
Assistentes: Santiago Fernández (URU) e Raul Orellana (CHI)
Gols: Renato Kayzer aos 8/1º;
Cartões amarelos: Nikão (CAP); Néstor Cova e Mancín (MET)
Cartão vermelho: Marco Bustillo (MET)

Participe da conversa!
0