O Athletico voltou a ganhar na Justiça o direito de transmistir seus jogos como mandante no Campeonato Brasileiro via streaming próprio. Em decisão do desembargador Abraham Lincoln Calixto, nesta segunda-feira (14), o Tribunal de Justiça do Paraná autorizou o clube a passar as partidas, após, na semana passada, a Globo ter vencido a disputa.

No relatório, o desembargador alegou que a Medida Provisória dos direitos de transmissão ter caducado em outubro não é justifica a revisão da tutela da disputa. Além disso, ele ressaltou que, sem poder ir ao estádio, por conta da pandemia do coronavírus, os torcedores do Furacão, sem o pay-per-view, não poderão acompanhar as partidas.

+ Confira a classificação completa do Brasileirão!

Além disso, restam poucos jogos para o término do Brasileirão e que "nada impede que a pretensão discutida seja eventualmente convertida em perdas e danos". Ou seja, futuramente a Globo pode cobrar uma multa do Rubro-Negro por todos os duelos que foram transmitidos e, assim, o clube pagaria uma indenização

Streaming vira briga entre Athletico e Globo desde o começo do Brasileirão

A disputa judicial entre Athletico e Globo vem se arrastando desde o início do Brasileirão. Entre várias idas e vindas, as duas partes já ganharam em algum momento. No último sábado (12), o Furacão não transmitiu o confronto com o Atlético-MG por ter sido impedido na Justiça. O mesmo aconteceu em outras partidas, mas sempre com o clube recorrendo da decisão.

Participe da conversa!
0