O Athletico terá de pagar R$ 3,5 milhões ao ex-lateral-direito Bruno Pereirinha. O acordo foi firmado na última sexta-feira (30), em audiência de conciliação, com o Furacão pagando o valor em 18 parcelas.

O jogador português entrou com a ação trabalhista contra o clube em 2017 na 8ª Vara do Trabalho de Curitiba. Ele cobrava danos morais, verbas rescisórias, multas e diferenças de salários pela variação cambial.

Na ação, com valor estabelecido de R$ 3.559.830,00, assinada pelo juiz Lourival Barão Marques Filho, as partes informaram que não irão recorrer.

"O acordo abrevia uma discussão que poderia se estender também no Tribunal Superior do Trabalho. Não tínhamos essa vontade porque levaria mais alguns anos para que tudo fosse acertado. Este acordo foi bom para as duas partes", disse o advogado de Pereirinha, Dyego Tavares.

Hoje com 33 anos, Bruno Pereirinha foi contratado pelo Athletico em julho de 2015, vindo da Lazio, da Itália. Ele disputou 15 jogos e marcou um gol, no empate com o Cruzeiro (2 a 2), pelo Campeonato Brasileiro de 2015, e deixou o clube em março de 2017.

Revelado pelo Sporting, de Lisboa, ele também defendeu o Vitória de Guimarães-POR e Kavala-GRE. Depois que deixou o Furacão, ele defendeu o Belenenses e o Cova da Piedade, ambos de Portugal, e está aposentado.

Participe da conversa!
0