Por decisão própria, o Athletico não terá presença de público no confronto de volta da semifinal da Copa Sul-Americana, contra o Peñarol, na próxima quinta-feira (30), na Arena da Baixada.

"Não teremos torcida no estádio até a pandemia estiver controlada", explicou o presidente Mario Celso Petraglia em contato com o ge.

O jogo de ida, que será disputado nesta quinta-feira (23), no estádio Campeon del Siglo, teve capacidade liberada para 16 mil torcedores, conforme o acordo realizado com as autoridades uruguaias. Na outra semifinal, o Red Bull Bragantino e Libertad, do Paraguai, também optaram em abrir suas praças.

Veja a tabela da Sul-Americana

Em Curitiba, a prefeitura já liberou a presença da torcida para no máximo 5 mil torcedores ou 20% da capacidade do estádio. E como os jogos da Sul-Americana está permitido a presença dos torcedores, ter ou não público na Arena contra o Peñarol é uma decisão exclusivamente da diretoria do Furacão.

No Brasileirão, os clubes ainda aguardam que todos os munícipios entrem em acordo para que os 20 times tenham torcida liberada. Por enquanto, os jogos seguem com portões fechados.

Na Série B, a presença de público foi liberada. O Coritiba será o primeiro time da capital paranaense a receber público desde o fechamento dos estádios, no início da pandemia, em março de 2020.

Participe da conversa!
0