Apesar do placar mínimo, a vitória do Athletico sobre o Metropolitanos, nessa terça-feira (11), na Venezuela, foi crucial para o time seguir na briga pela classificação às oitavas de final da Sul-Americana. E pensamento no elenco é que o clube terá duas "finais" pela frente no torneio.

O primeiro jogo decisivo é justamente contra o líder Melgar, na Arena da Baixada, em 19 de maio. O time peruano, que enfrenta o Aucas na quinta (13), tem os mesmos 9 pontos dos paranaenses, mas leva vantagem no saldo de gols (4 a 2).

Depois, no dia 27 do mesmo mês, o Rubro-Negro encara o já eliminado Aucas, também em casa, no fechamento da fase de grupos.

+ Confira a classificação completa do Grupo D da Sul-Americana

"Sabemos que temos mais duas finais e esperamos levar o jogo decisivo contra Melgar em casa e, se Deus quiser, sair com a classificação", disse o atacante Vitinho, autor do gol no Estádio Olímpico da UCV.

“Eram três finais. Ganhamos a primeira, faltam duas... Foi atingido aquilo o que nós propusemos para esse jogo, que era ganhar, levar os três pontos para Curitiba”, reforçou o técnico António Oliveira, que admitiu a necessidade de evolução após uma vitória sem brilho.

“Nós sabemos que temos que crescer muito. É o quarto jogo e temos muito a melhorar, voltar a ser aquela equipe que no final do Brasileirão as pessoas reconheceram”, lembrou.

Participe da conversa!
0