Diante de pouco mais de 7,7 mil torcedores adversários neste domingo (3), o time reserva do Athletico perdeu por 3 a 0 para o Flamengo no Maracanã pela 23ª rodada do Brasileirão. Além de chegar a sete derrotas seguidas como visitante, foi a primeira vez que o Furacão perdeu por mais de dois gols de diferença no campeonato - logo, esta foi a pior derrota da equipe até agora.

Antes dos 10 minutos de jogo, o placar já marcava 2 a 0. Em uma boa jogada, Andreas finalizou forte na trave aos 4 minutos, no rebote Everton Ribeiro apareceu para empurrar e abrir o placar. Cinco minutos depois, Gabigol fez o lançamento para Bruno Henrique fazer o segundo de cabeça com tranquilidade.

Em vantagem, o time carioca manteve o domínio do jogo em todo o primeiro tempo enquanto o Athletico sofria para encaixar. Aos 38 minutos, Carlos Eduardo foi derrubado por Rodrigo Caio na área e a arbitragem marcou pênalti. Instantes depois, o VAR viu impedimento na origem do lance e anulou a penalidade.

O jogo seguiu e ainda houve tempo para mais um do Flamengo antes do intervalo. Aos 48 minutos, Gabigol puxou o contra-ataque, Arrascaeta conduziu para a área e Andreas Pereira recebeu na cara do gol para ampliar: 3 a 0.

Depois do intervalo, a chuva diminuiu o ritmo do confronto e o Athletico soube neutralizar melhor o rival e até criou oportunidades. Ninguém fez gols e o placar do primeiro tempo definiu a partida.

Veja a classificação do Brasileirão!

O 3 a 0 deixa o Furacão na 9ª colocação com 30 pontos. Dos times que estão fora da zona de rebaixamento o Athletico é agora a equipe com mais gols sofridos: 29, o que leva o rubro-negro a ter a terceira pior defesa da Série A. Com o mesmo número em gols-pró, 29, o saldo fica zerado.

O técnico Alberto Valentim assistiu ao jogo dos camarotes do Maracanã e deve ter o contrato regularizado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF nos próximos dias.

O Furacão volta a jogar na quarta-feira (6), contra o Atlético-GO, às 19h. Athletico e Flamengo se encontram novamente nos dias 20 e 27 de outubro, nas semifinais da Copa do Brasil, e no dia 2 de novembro, na Arena da Baixada, para rodada atrasada do Brasileiro.

Participe da conversa!
0