Com a vitória por 2 a 0 sobre o Pérolas Negras, no último sábado (18), o Paraná deu um importante passo rumo ao mata-mata da Série D do Campeonato Brasileiro. Com 19 pontos, o Tricolor é o vice-líder do Grupo 7, oito a mais que o quinto colocado, o Nova Iguaçu.

Restando mais quatro rodadas para o fim da primeira fase, a conta do time paranista para se classificar com tranquilidade é vencer um dos próximos quatro compromissos. Neste caso, chegaria a 22 pontos e, na teoria, poderia ser alcançado por outros cinco clubes: Portuguesa (12), Santo André e Nova Iguaçu (ambos com 11) e Cianorte e Oeste (ambos com 10).

+ Confira a classificação completa da Série D e os próximos jogos do Paraná

Só que o Paraná ainda faz um confronto direto contra um destes adversários, o Nova Iguaçu, duelo que acontece daqui duas rodadas, na Vila Capanema.

Ganhando, o Tricolor abriria 11 pontos da equipe carioca, o que já seria o suficiente para não ser mais alcançado por ela. Além disso, nas últimas quatro rodadas, Cianorte, Santo André, Nova Iguaçu e Oeste se enfrentam.

Ou seja, os concorrentes mais próximos e que estão na zona de limite - os quatro primeiros se classificam - vão tirar pontos entre si, o que impede que todos chegue aos 22 pontos. Até por isso o time paranista tem esta margem de conforto.

E o próximo adversário também já pode ficar para trás. No próximo sábado (25) o Paraná encara a Portuguesa-RJ, que é a terceira colocada, com 12 pontos. Se ganhar, o Tricolor abrirá dez pontos, restando mais nove em disputa e não poderá ser mais alcançado.

Como Santo André e Leão do Vale também se enfrentam, no mesmo dia e horário, no mínimo um dos dois - se não ambos - também não poderá mais alcançar o Tricolor, que já garantiria a classificação com três rodadas de antecedência.

Participe da conversa!
0