O técnico Silvio Criciúma acredita na matemática do Paraná e não joga a toalha sobre uma possível queda antecipada para a Série D. Após a derrota no confronto direto contra o São José, por 1 a 0, neste domingo (29), o treinador disse que as chances são mínimas, mas que o elenco vai lutar até o fim.

"Matematicamente, está um pé [no rebaixamento], mas o outro está fora. Em um campeonato que tem 12 pontos em disputa, é possível tirar seis. Claro que vai para uma dependência de resultado, e não somente das nossas forças. Resta lutar com as forças que temos, com o que está em nosso alcance. O Guarapuava sentiu muito o resultado, como os outros. Lógico que cada um tem uma forma de reação. Em um campeonato que não tem torcida é importante ter liderança, e infelizmente nosso grupo tem pouco isso", declarou em entrevista à rádio Banda B.

+ Veja a tabela completa da Série C

Com o revés, o Tricolor precisará vencer os dois próximos jogos na Vila Capanema e torcer por duas derrotas do próprio São José. Silvio Criciúma ainda mostrou uma possibilidade de o time torcer contra o Mirassol ao invés do Zequinha.

Isto porque os dois adversários se enfrentam na próxima rodada, e o jogo seguinte do Tricolor será um confronto direto contra o time de São Paulo.

O Paraná enfrenta o Criciúma no sábado (4), às 19h, em casa. Depois, o clube pega o Mirassol no domingo (12), às 18h, novamente na Vila Capanema. Ou seja, os dois jogos derradeiros para o futuro do clube.

"Considerar que a gente consiga fazer uma vitória no Criciúma, e tenha um vencedor no confronto entre São José e Mirassol, a gente consegue novamente baixar uma diferença para três pontos. E, neste momento, por incrível que pareça, seria até interessante torcer para o São José, para confrontar com o Mirassol, ou até um empate, aliado à nossa vitória", comentou.

"É uma matemática difícil, onde teremos que buscar uma pontuação máxima nos quatro jogos. É sobreviver a cada rodada. Vivo nós estamos, com muita dificuldade, mas é buscar na próxima rodada uma condição melhor para levar para a última uma chance de escapar", acrescentou o treinador paranista.

O Paraná fechou a 14ª rodada na nona posição do Grupo B, com apenas 10 pontos, agora a seis de sair da zona de rebaixamento.

Participe da conversa!
0