Na véspera do decisivo clássico com o Coritiba, o presidente do Paraná, Rubens Ferreira, garantiu que os salários do elenco estão em dia, em meio à péssima campanha do clube, atual lanterna do Campeonato Paranaense.

Em vídeo publicado pelo Tricolor neste sábado (19), Rubão ainda explicou a montagem do atual elenco, disse que presidente não marca gol e ainda negou qualquer racha entre diretoria e o empresário Luiz Alberto de Oliveira, da LA Sports, responsável pela gestão do futebol paranista em 2022.

"Todo este elenco está com salário rigorosamente em dia, assim como a comissão técnica", cravou o mandatário. "De onde arrumamos recursos? São diversas fontes: associados, patrocínio e até antecipação de recursos feita pela LA Sports", prosseguiu.

Rubão diz que não interfere no futebol do Paraná: "Presidente não marca gol"

O mandatário também explicou que não interfere no comando do futebol do Paraná. "Cada um tem que atuar no seu segmento. Então eu, Rubens, torcedor de arquibancada desde o 6 anos, como posso questionar uma análise feita por profissionais?", indagou.

"A parceria com a LA foi aprovada pelo Conselho Deliberativo e pela Justiça do Trabalho. Estivemos reunidos com os atletas no CT em relação às condições no clube. Algumas reclamações pequenas, mas contornamos todas", reforçou.

Rubão ainda diz que os torcedores costumam contestar algumas das contratações efetuadas. "Me perguntam, por que trouxe esse, aquele? Foi avaliação criteriosa. Não é o presidente que faz gol, defende e ataca. Demos condições para este elenco", emendou.

Presidente do Paraná nega "racha" com a LA Sports

Rubão ainda refutou boatos que, segundo ele, estavam circulando entre torcedores. "A torcida não sei da onde busca estas informações, de que eu não converso com o Luiz Alberto. De que ele está de um lado e o Paraná do outro", começou.

"Mentira. Converso com o Luiz Alberto três, quatro vezes durante o dia, não tem sábado, domingo, porque a parceria foi feita para o bem do clube. O trabalho foi feito. Se houve erro de planejamento, envolve todos", concluiu.

Participe da conversa!
0