Em meio a uma reconstrução no futebol sob a nova gestão de Rubens Ferreira, o Rubão, o Paraná Clube tem lidado com algumas dificuldades fora dos gramados. Recentemente, o Governo Federal estimou um valor milionário para o Tricolor seguir com a posse da Vila Capanema, conforme adiantado pelo UmDois Esportes.

Ao canal oficial do Paraná no YouTube, Rubão ressaltou que o clube tem trabalhado com os seus advogados para avaliar o processo. "Fomos surpreendidos com a publicação do juiz sobre a Vila Capanema. Nosso departamento jurídico está em cima disso. Em fevereiro de 2020 foi apresentado um projeto à Justiça e talvez nós temos que mudar essa alternativa", disse o presidente.

Rubão destacou que tem buscado parcerias com o governo municipal e estadual para solucionar o caso. A União indica o valor de R$ 210 mil mensais a ser pago pelo clube aos cofres públicos pela posse. "Nós vamos brigar pela Vila Capanema", garante o dirigente.

Vila Olímpica receberá melhorias

Vila Olímpica do Boqueirão, estádio do Paraná Clube
Vila Olímpica do Boqueirão, estádio do Paraná Clube| Reprodução

No início deste mês, o UmDois Esportes recebeu um vídeo que mostrava o abandono da Vila Olímpica do Boqueirão, que vinha sendo utilizado pelo Paraná como centro de treinamentos das categorias de base.

"Quando assumimos, nós não tínhamos nenhuma perspectiva para as categorias de base voltarem. Com todas as dificuldades, nós temos um projeto da Lei de Incentivo ao Esporte, que foi aprovado um recurso de R$ 2,5 milhões para a formação da base. Teremos ainda mais uma parceria para a recuperação do gramado e das arquibancadas", garante o presidente paranista.

Sede da Kennedy aguarda leilão

Sede da Kennedy.
Sede da Kennedy.| Arquivo/Tribuna

Em três meses no comando do Paraná Clube, Rubão destaca o trabalho feito até o momento na Sede da Kennedy e ressalta que o Tricolor ainda busca um "fato novo" para o patrimônio, que deve ser leiloado no próximo ano.

"Para os paranistas, que conviveram naquela época áurea do clube social, se ver hoje a Kennedy, chora. Nós assumimos com um leilão marcado para novembro. Conseguimos transferir o leilão para março. Estamos analisando todo o processo para que a gente consiga buscar um fato novo", disse o presidente.

"Criamos uma associação que administra toda a Kennedy. Todas as atividades que acontecem aqui são terceirizadas. São torcedores e associados que cuidam disso e são verdadeiros abnegados. Eles nos ajudam a administrar e, com isso, não temos mais essa despesa", completa Rubão.

"

Participe da conversa!
0