Pressão

Fúria Independente pede renúncia do presidente Leonardo Oliveira no Paraná

Sob novo comando, Fúria Independente volta a pressionar diretoria do Paraná.
Sob novo comando, Fúria Independente volta a pressionar diretoria do Paraná.| Foto: Arquivo/Gazeta do Povo
  • Por Juliana Fontes
  • 19/01/2021 23:58

A Torcida Fúria Independente (TFI), principal organizada do Paraná, publicou uma nota exigindo a saída imediata do presidente Leonardo Oliveira do cargo - em menos de 60 dias -, solicitando também ao Conselho Deliberativo a realização, em caráter de urgência, de novas eleições. As eleições do clube estão previstas para setembro.

O texto foi divulgado nas redes sociais da TFI logo após a derrota do Tricolor por 2 a 0 para o Cuiabá, pela 36ª rodada da Série B, nesta terça-feira (19), na Vila Capanema. Com o resultado, o Paraná se aproximou ainda mais do rebaixamento à Série C.

A nota da torcida reconhece que Oliveira realizou alguns trabalhos importantes para o clube, mas esclarece que as mudanças são necessárias urgentemente.

A Organizada finaliza a nota pedindo que o presidente, enfim, venha a público para explicar os motivos de diversos parceiros terem se afastado do clube.

Leia a nota da Fúria Independente:

Diante do último resultado e de seus catastróficos possíveis desdobramentos, viemos através desta informar que EXIGIMOS a saída do presidente Leonardo Oliveira do cargo que ocupa atualmente.Reconhecemos o trabalho realizado até aqui e sabemos do esforço para o clube ter um respiro financeiro e continuar vivo, principalmente através da assinatura do ato trabalhista.Todavia, diante da situação crítica atual, precisamos de MUDANÇAS!Além da renúncia do Leonardo, solicitamos ao Conselho Deliberativo a convocação URGENTE de eleições antecipadas.Entendemos o rito do estatuto, todavia acreditamos ser dispensável a solicitação por parte do Consultivo, entendendo que o Deliberativo pode antecipar-se, dada a urgência, inclusive no que diz respeito ao prazo de 60 dias, este, muito longo.Deixamos claro mais uma vez que a presença dos torcedores dentro da política paranista é fundamental para que tenhamos uma renovação de pensamentos.Nestes períodos é que essa presença torna-se primordial.Acreditamos que o melhor para o clube, neste momento, seria a abdicação do cargo.Por fim, cremos que esta é uma excelente brecha para que, antes de sua despedida, o presidente conte como e porquê diversos parceiros preferiram se afastar do clube, inclusive, nomeando os culpados.Diretoria.

Participe da conversa!
0

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.