Sob o comando de Jorge Ferreira, o Paraná tem mais quatro jogos na Série C para evitar o rebaixamento. Os dois próximos duelos na Vila Capanema serão decisivos e devem selar o destino do clube em 2022. As partidas são as últimas esperanças do Tricolor.

O próximo desafio do Paraná é contra o Criciúma, terceiro colocado, no sábado (4), às 19h, pela 15ª rodada. Depois, o Tricolor encara o Mirassol, atual sétimo colocado, domingo (12), às 18h, pela 16ª rodada. O time paulista hoje também é um adversário direto contra o rebaixamento. Isso porque são seis pontos que separam os times.

+Veja a tabela completa da Série C

Para tentar deixar a ZR, o Paraná precisará vencer os dois jogos como mandante. Como São José e Mirassol duelam nesta 15ª rodada, em caso de derrota do Leão, o Tricolor teria a chance de passar o adversário no confronto direto da rodada seguinte. E, vale lembrar, no primeiro turno, o Paraná venceu por 3 a 0 fora de casa - a melhor partida do clube nesta Série C.

O Paraná, hoje, então tem dois adversários diretos nesta briga contra o rebaixamento, o Zequinha e o Leão, mas precisará fazer o dever de casa para deixar a ZR e, assim, deixar as rodadas derradeiras definirem o futuro.

O problema é que os números como mandante também preocupam. Na temporada de 2021, foram 12 partidas na Vila Capanema, entre Paranaense e Série C, com apenas duas vitórias, outros cinco empates e cinco derrotas (11 gols marcados e 14 sofridos).

Matematicamente ainda há esperança, principalmente pelos confrontos diretos nas duas próximas rodadas. Resta saber se o Tricolor terá forças para sair da nona posição do Grupo B e contrariar os mais de 95% de chance de rebaixamento, segundo o site Chance de Gol.

Participe da conversa!
0