O Paraná foi condenado a pagar cerca de R$ 77 mil a um grupo de cinco jogadores pelo não pagamento da premiação pela conquista do acesso em 2017. A decisão foi proferida na última quarta-feira e ainda cabe recurso.

A ação conjunta foi formalizada pelo goleiro Hugo, o lateral-esquerdo Assis, os zagueiros Eduardo Brock e Rayan e o atacante Matheus Carvalho. A promessa de pagamento da premiação havia sido feita na época pelo então presidente Leonardo Oliveira e pelo executivo de futebol Rodrigo Pastana.

O acordo foi verbal. Na audiência, o Paraná não negou que havia oferecido a premiação aos jogadores, mas também acabou não pagando alguns atletas daquele elenco. O valor total do prêmio era de R$ 1,5 milhão, que seria dividido entre funcionários e jogadores.

O UmDois Esportes procurou o departamento jurídico do Paraná para falar sobre o caso, mas não obteve resposta até o fechamento da reportagem.

Participe da conversa!
0