O Paraná Clube está com a classificação encaminhada para a segunda fase da Série D do Campeonato Brasileiro. Com 15 pontos, o Tricolor precisa do equivalente a duas vitórias nos próximos sete jogos para alcançar o "número mágico", de 21 pontos.

+ Paraná 1x0 Santo André: ficha e fotos

A Série D é disputada neste formato, com oito grupos de oito times cada, desde 2020. Naquele ano, os quartos colocados somaram, em média, 21 pontos. Em 2021, os quartos colocados fizeram, em média, 20 pontos.

Houve, claro, algumas exceções. Em 2020, por exemplo, o FC Cascavel precisou de 24 pontos para avançar - a Portuguesa-RJ ficou na quinta posição, com 23 pontos, e acabou eliminada. Já em 2021, o Caxias passou de fase com apenas 18 pontos.

Duas vitórias, portanto, fariam o Paraná alcançar o número mágico de 21 pontos. Já três vitórias levariam o Tricolor aos 24 pontos, evitando o risco de eliminação. Hoje, o time de Omar Feitosa é o vice-líder do Grupo 7, só atrás do São Bernardo.

"O objetivo é a classificação, é estar entre os quatro. Os jogos vão ser muito mais difíceis agora que os times conhecem o estilo de jogo do Paraná, mas a gente tem que buscar a liderança do grupo porque, teoricamente, os jogos seriam mais fáceis e a gente traria o segundo jogo para casa", projetou o meia Rafael Silva.

+ Veja a tabela completa da Série D

A Série D terá a tabela "espelhada" a partir da próxima rodada. Ou seja, o Paraná enfrentará os mesmos adversários, mas em ordem contrária. Com isso, o Tricolor voltará a campo diante do próprio Santo André, no sábado que vem (4), às 15h, no Estádio Bruno José Daniel.

Depois do Santo André, o Paraná ainda jogará contra Cianorte (casa), Pérolas Negras (casa), Portuguesa-RJ (fora), Nova Iguaçu (casa), São Bernardo (fora) e Oeste (casa).

Participe da conversa!
0