Já no final da noite da última segunda-feira, o Paraná confirmou o retorno de Marcello Guatura no cargo de diretor de futebol. O novo integrante da diretoria já fez parte da cúpula paranista como segundo vice-presidente na primeira gestão do ex-mandatário Leonardo Oliveira, em 2015.

Na metade do ano seguinte, entretanto, Guatura acabou assinando uma carta de renúncia, logo após as demissões do então técnico Claudinei Oliveira, do gerente de futebol Beto Amorim e do afastamento do superintendente de futebol Durval de Lara Ribeiro, o Vavá.

A saída de Guatura da diretoria naquela ocasião foi feita de forma pacífica, apesar de o ex-vice não concordar com as decisões de Leonardo Oliveira. Tanto que, dois anos mais tarde, Guatura voltou a atuar no clube na organização do departamento de análise de mercado.

Na atual temporada, após ser indicado pelo Conselho Gestor, o novo diretor de futebol atuará como um elo entre o departamento de futebol, junto ao executivo de futebol Moisés Von Ahn, e a diretoria, que no momento tem sido comandada por Luiz Carlos Casagrande, o Casinha. Guatura não será remunerado para isso, já que o cargo é institucional.

Participe da conversa!
0