O Paraná vai promover uma "limpa geral" no elenco. O técnico Maurílio admitiu que, dos atletas da temporada passada, apenas o meia Guilherme Biteco ficará no elenco. Em entrevista à Rádio Transamérica, o treinador paranista deu um panorama sobre os primeiros dias de trabalho no Tricolor.

"Nós sabemos da dificuldade. Sabemos do momento que o clube atravessa e sabemos que podemos reverter isso. Vai ser uma limpa geral. Vamos montar o time do zero. Temos 13 atletas da base que já estão trabalhando com a gente. Apenas o Biteco deve permanecer. Para o Biteco faltou a oportunidade para mostrar sua qualidade", afirmou à rádio.

Apesar da reformulação generalizada e da fala de Maurílio, a tendência é de que mais atletas do elenco rebaixado na Série B permaneçam no clube, como o goleiro Renan, o meia Gabriel Pires e o atacante Thiago Alves.

Segundo o treinador, as mudanças se devem pelo fator financeiro. A maioria dos atletas tinham propostas de outros clubes e não aceitaram reduções.

"Pelo lado técnico, tinham alguns atletas com qualidade. Mas, mesmo assim, muitos dos atletas que saíram já tinham proposta e muitos tinham vencimentos e queriam esses vencimentos", admitiu, em referência aos salários atrasados no Tricolor.

"Então, muitos acharam melhor não ficar. O importante é que o Paraná está resolvendo seus problemas. Temos que ter respeito com os profissionais. Teve redução de nível de salários, teve, por isso agora é fazer diferente", completou Maurílio.

Com experiência na Série C, Maurílio prevê os desafios do Paraná

Com experiência em Série C, Maurílio ainda comentou sobre o que espera da competição nacional desse ano. Para ele, o torneio será uma "mini Série B". O Paraná está no grupo B com Figueirense, Oeste e Botafogo-SP, times que caíram junto com o Tricolor na temporada 2020.

"A Série C é uma competição muito viva. Menos qualidade e mais força. A Série C desse ano vai ser diferente. Se você olhar nosso grupo, é uma mini Série B", analisa.

"O que muda é o nome, a competição não tem aquela grandeza, mas temos que ser inteligentes. A Série C é muito mais difícil porque o nível de competitividade de todos é praticamente igual. A Série C para o Paraná é momento", analisou.

A estreia do Paraná na temporada será contra o FC Cascavel. A partida está marcada para domingo (28), às 16h, no Estádio Olímpico Regional, em Cascavel, pelo Campeonato Paranaense.

Participe da conversa!
0