Série B

Derrotado pela Chape, Paraná fecha 2020 pressionado e na ZR

Paraná não foi páreo para a Chape e segue na ZR da Segundona.
Paraná não foi páreo para a Chape e segue na ZR da Segundona.| Foto: TARLA WOLSKI/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
  • Por André Frehse Ribas
  • 28/12/2020 21:52

O Paraná termina 2020 mais próximo da Série C. Nesta segunda-feira (28), o Tricolor foi derrotado pela Chapecoense por 2 a 0, na Arena Condá, e fechou o ano dentro da zona de rebaixamento da Série B, com 32 pontos, na 18ª colocação. Já os catarinenses retomaram a liderança da competição, com 62.

Sem muito esforço, a Chape definiu o confronto ainda no primeiro tempo. Anderson Leite e Mike anotaram os gols da equipe do Oeste, que ainda teve um gol anulado.

“A gente enxerga como uma derrota ruim, trabalhamos para matar a jogada deles. Pagamos pelo primeiro tempo ruim. Mas é continuar trabalhando, não tem outro caminho. O Paraná não merece estar nessa situação", disse o zagueiro Fabrício, em entrevista ao canal SporTV.

O resultado complementou a desastrosa 31ª rodada da Segundona para os paranistas. Com as vitórias de Náutico e Figueirense, que chegaram a 35 pontos, a equipe da Vila Capanema agora está a três pontos de escapar da ZR. Restam sete jogos até o fim do campeonato.

O Tricolor volta a campo no dia 4 de janeiro, contra o vice-lanterna Botafogo-SP, na Vila Capanema, às 17h. Quatro dias depois, faz confronto direto com o Timbu, no Recife.

Confira a classificação completa da Série B!

Com novidades, o Paraná iniciou o confronto com a mesma postura que apresentou nos primeiros minutos contra o Brasil-RS. Imposição no meio, tabelas pelo lado direito e agressividade na marcação, mas com muitos erros de passe.

Mas isso durou pouco tempo. A Chapecoense chegou a abrir o placar aos oito minutos, após nova falha de Alisson, que substituiu o lesionado Renan, mas o árbitro marcou impedimento no lance.

No entanto, o gol saiu minutos depois. Em falha geral do sistema defensivo do Tricolor, principalmente do lateral Paulo Henrique, que não acreditou na bola, Anderson Leite, com liberdade dentro da área, finalizou forte para abrir o placar.

Com o duelo sob controle, o Verdão do Oeste não precisou forçar muito para ampliar ainda no primeiro tempo. Após chute de Leite, e rebote de Alisson, Mike, livre, chutou forte, rasteiro, para balançar as redes. 2 a 0.

Gilmar Dall Pozzo voltou para o segundo tempo com mudanças na equipe paranista e um time mais ofensivo, que finalizou algumas vezes de longa distância. Porém, não foi o suficiente para mudar o cenário e agora o treinador soma quatro derrotas em cinco jogos com o Tricolor.

A Chapecoense manteve a tranquilidade para vencer, enquanto o Paraná se afundou de vez na zona de rebaixamento. Para piorar, o time ainda perdeu Kaio, expulso nos minutos finais da partida.

Veja como foram os lances de Chapecoense x Paraná

Ficha técnica

SÉRIE B
31ª rodada
28/12/2020


CHAPECOENSE 2 x 0 PARANÁ

Chapecoense
João Ricardo; Matheus, Derlan, Felipe Santana e Busanello (Roberto); Anderson Leite (Vini Locatelli), Willian; Mike (Bruno Silva), Aylon (Denner), Paulinho Moccelin (Felipe Garcia) e Anselmo Ramon. Técnico: Umberto Louzer.

Paraná
Alisson; Paulo Henrique, Rafael Lima, Fabrício e Jean Victor; Karl, Philpe Maia (Gabriel Pires), Renan Bressan (Guilherme Biteco) e Higor Meritão (Kaio); Wandson (Bruno Gomes) e Andrey (Thiago Alves). Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

Local: Arena Condá (Chapecó-SC)
Gols: Anderson Leite, 8’, e Mike, 37, do 1º tempo.
Cartões amarelos: Kaio e Fabrício (PRC).
Cartão vermelho: Kaio (PRC).
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ).
Assistentes: Lilian da Silva Fernandes Bruno (RJ) e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ).

Participe da conversa!
0

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.