Uma das principais apostas para o ataque do Paraná na Série D do Campeonato Brasileiro é o atacante Carlos Henrique, 27 anos, que foi contratado após um período no FC Cascavel. O novo camisa 9, que se destacou principalmente no Londrina nas temporadas de 2017 e 2018, espera uma retomada na carreira com a camisa paranista.

"Eu já sabia da responsabilidade e do desafio que eu iria ter quando aceitei a proposta do Paraná. Eu quero reconstruir a minha carreira junto com o Paraná. O pensamento é subir e ter um futuro promissor aqui", disse o atacante, em entrevista coletiva realizada na tarde desta sexta-feira (8), no CT Ninho da Gralha.

Nos últimos anos, Carlos Henrique acabou rodando por equipes do futebol brasileiro, mas sem tanto brilho. Ele passou por Juventude, Grêmio Novorizontino, Sport, Luverdense, Figueirense, PSTC, Veranópolis e Sinop.

Pelo Paraná, o jogador garante que luta não vai faltar para ser o "homem-gol" da equipe. "O torcedor pode esperar muita luta, garra, vou brigar e fazer o máximo por essa camisa", declarou o atleta, que elogiou os treinamentos do técnico Omar Feitosa.

"O professor é muito inteligente, rodado no futebol e já ganhou tudo. Estamos aprendendo muito com ele. Estamos nos esforçando para entrar no modelo de jogo dele e acredito que vai dar certo", ressalta Carlos Henrique.

No Tricolor, o atacante vai brigar pela posição com Matheus Iacovelli, Pablo Thomaz e Romário Simões.

Participe da conversa!
0