O meia Guilherme Biteco, do Paraná, se emocionou antes da partida contra a Chapecoense, nesta segunda-feira (28), na Arena Condá, em Chapecó, pela 31ª rodada da Série B.

O jogador retornou ao estádio pela primeira vez desde o acidente com a delegação da Chape, em novembro de 2016, na Colômbia, que teve seu irmão, Matheus Biteco, entre as 71 vítimas.

Guilherme Biteco, que sempre que pode homenageia Matheus antes dos jogos, subiu ao gramado e ficou por ali, sozinho, por volta de três minutos, em silêncio, segundo relato do repórter Luiz Ferraz, da Rádio Banda B.

Na partida de ida, na Vila Capanema, o dirigente da Chape e ex-jogador, Neto, que foi um dos sobreviventes do voo LaMia 2933, prestou uma homenagem ao ex-técnico Caio Júnior, ídolo do Paraná, que faleceu no acidente.

Participe da conversa!
0