O brasileiro Rafael Silva, o Baby, perdeu nesta sexta-feira (30) para o francês Teddy Riner na repescagem da categoria peso pesado (+100kg) do judô e terminou sem medalha sua participação individual na Olimpíada de Tóquio-2021. No combate contra o bicampeão olímpico, o brasileiro não teve chance. Em menos de um minuto, o francês aplicou um waza-ari seguido de um ippon.

"Saio com cabeça erguida, fiz o meu máximo. Me esforcei ao máximo para estar aqui e é uma pena sair daqui sem uma medalha", disse Rafael Silva em entrevista à TV Globo.

Apesar de não conseguir essa medalha, ele ainda pode subir ao pódio junto com a equipe mista do judô, que vai para o tatame ainda nesta sexta-feira.

+ Siga o quadro de medalhas da Olimpíada de Tóquio 2021 em tempo real!

Em busca de sua terceira medalha olímpica, Rafael Silva começou sua trajetória na Olimpíada de Tóquio com vitória sobre Ushangi Kokauri, do Azerbaijão, por ippon no golden score. O brasileiro, cabeça de chave número 5 em Tóquio, ficou perto de ser derrotado na prorrogação ao levar mais uma punição. No entanto, encaixou um belo golpe para vencer o combate.

Nas quartas de final, o brasileiro enfrentou o georgiano Guram Tushishvili e acumulou duas punições até o início do golden score. Com quase 5 minutos de golden score, ele recebeu um novo shido por falta de combatividade e perdeu o combate.

Rafael Silva tem dois bronzes no currículo, conquistados em Londres-2012, Rio-2016. Caso chegasse ao bronze, ele se igualaria a Mayra Aguiar como os judocas brasileiros com mais pódios em Jogos Olímpicos. Baby também ostenta as medalhas de prata (2013) e bronze (2014 e 2017) em Mundiais.

+ Olimpíada de Tóquio-2021: todas as notícias dos Jogos!

Participe da conversa!
0