A brasileira Milena Titoneli perdeu para a marfinense Ruth Gbagbina disputa pela medalha de bronze no taekwondo na categoria até 67kg, nas Olimpíadas de Tóquio. Foi o segundo bronze olímpico consecutivo conquistado por Gbabina.

Após ser derrotada nas quartas de final, a paulistana de 22 anos venceu com facilidade a luta contra a haitiana Lauren Lee na repescagem e se credenciou para a disputa do bronze olímpico.

Com o bronze, Milena igualaria a melhor marca do país no esporte, igualando natália Falavigna, em Pequim-2008, e Maicon Siqueira, na Rio-2016.

Campeã dos Jogos Pan-Americanos de 2019, Milena havia estreado com vitória sobre Julyana Al-Sadeq, da Jordânia, e acabou perdendo para a croata Matea Jelixc, número um do mundo e atual campeã europeia, nas quartas de final, indo disputar a repescagem.

"As Olimpíadas são a maior experiência que tive na minha vida. Agora é continuar trabalhando. Eu vou chegar em Paris mais forte. Como minha mãe diz, sou uma fênix, vou renascer das cinzas", disse a lutadora de 22 anos após a derrota.

Participe da conversa!
0