Medalhistas de ouro na Rio-2016, Martine Grael e Kahena Kunze repetiram a dose na Olimpíada de Tóquio-2021 e voltaram ao lugar mais alto do pódio na classe 49er FX da vela. Nesta terça-feira (3), elas venceram a "medal race" na Baía de Enoshima e conquistaram novamente a medalha de ouro.

A medalha veio com um dia de atraso. Isso porque a regata decisiva foi adiada devido à falta de ventos em Enoshima, a cerca de 70 quilômetros de Tóquio, na segunda-feira. A espera valeu a pena para as brasileiras.

+ Siga o quadro de medalhas da Olimpíada de Tóquio 2021 em tempo real!

Elas chegaram empatadas na liderança da classe 49er FX no último dia, e com diferença apertada para suas principais adversárias que também lutavam por um lugar no pódio nos Jogos de Tóquio. As brasileiras tinham 70 pontos perdidos após 12 regatas disputadas.

Suas principais concorrentes eram as holandesas Annemiek Bekkering e Annette Duetz, que chegaram à medal race com 70 pontos também. E na sequência vinha a dupla formada por Tina Lutz e Susann Beucke, da Alemanha, com 73.

+ Olimpíada de Tóquio-2021: todas as notícias dos Jogos!

Participe da conversa!
0