Depois de ver Fernando Scheffer encerrar o jejum de medalhas do Brasil em Olimpíadas, Leonardo de Deus manteve o embalo do compatriota e brilhou nas semifinais dos 200 metros borboleta nos Jogos de Tóquio-2021, na noite desta segunda-feira (26), pelo horário de Brasília. O atleta de 30 anos avançou à final da prova com o segundo melhor tempo.

O nadador do Mato Grosso do Sul, da Unisanta, completou a distância em 1min54s97. Só ficou atrás do húngaro Kristof Milak tanto na sua bateria quanto no resultado geral das semifinais. Milak é o atual recordista mundial da prova e anotou 1min52s22, confirmando seu favoritismo. Sua meta é quebrar agora o recorde olímpico, que ainda pertence ao americano Michael Phelps (1min52s03, registrado nos Jogos de Pequim-2008).

+ Siga o quadro de medalhas da Olimpíada de Tóquio 2021 em tempo real!

Em sua terceira Olimpíada, Leonardo de Deus chega à final dos 200m borboleta pela primeira vez em uma edição dos Jogos Olímpicos. Na Rio-2016, não passou da semifinal. Nesta segunda, se tornou o segundo brasileiro a alcançar a final desta prova. O primeiro foi Kaio Márcio Almeida, sétimo colocado em Pequim-2008

Leonardo de Deus garantiu ainda a terceira final do Brasil na natação em Tóquio. Antes dele, Fernando Scheffer e o revezamento 4x100 metros livre entraram na disputa por medalha. Scheffer obteve o bronze nos 200m livre nesta segunda, enquanto o revezamento ficou longe do pódio no domingo - ficou em 8º e último lugar.

+ Olimpíada de Tóquio-2021: todas as notícias dos Jogos!

Participe da conversa!
0