O brasileiro Ítalo Ferreira vai disputar a final do surfe masculino na Olimpíada de Tóquio-2021. Ele conseguiu a vaga na decisão ao vencer o australiano Owen Wright por 13,17 a 12,47 nas águas de Tsurigasaki e já tem garantida pelo menos a medalha de prata. Por outro lado, Gabriel Medina caiu na semifinal para o japonês Kanoa Igarashi e vai disputar a medalha de bronze.

A semifinal foi bastante disputada. A primeira boa nota para o brasileiro foi um 4,50, mas logo depois o australiano somou 5,00 e outro 2,57, chegando a 7,57. Mas Ítalo usou a especialidade, o aéreo, e conseguiu mais 6,50, totalizando 11,00. Faltando 13 minutos para o fim da bateria, Wright empatou. Na sequência, Ítalo encontrou a melhor manobra e chegou aos 13,17. O australiano conseguiu aumentar a pontuação para 12,47, mas ficou por aí.

+ Siga o quadro de medalhas da Olimpíada de Tóquio 2021 em tempo real!

Nas quartas de final, Ítalo já tinha dado show. Com um aéreo perfeito, fez uma incrível nota de 9,73 - um juiz chegou a dar 10 na manobra - que deixou o brasileiro bastante tranquilo na disputa com o japonês Hiroto Ohhara. Suas manobras eram melhores a cada onda e ele abriu 16,16 a 8,00 restando somente seis minutos. Ampliou para 16,30, mostrando não ser o cabeça de chave à toa.

Já Medina superou o francês Michel Bourez nas quartas de final e avançou para a próxima fase ao pegar uma bela onda e cravar uma excelente nota 9. Na somatória geral, se garantiu com 15,33 diante de 13,66 do europeu, que não conseguiu nem uma onda acima de 7. Na semifinal, ele abriu vantagem após dois aéreos, mas o japonês Kanoa Igarashi conseguiu virar e somou 17,00 contra 16,76.

+ Olimpíada de Tóquio-2021: todas as notícias dos Jogos!

Participe da conversa!
0