Com atuações destacadas e novo show de aéreos, os brasileiros Gabriel Medina e Ítalo Ferreira dominaram suas respectivas baterias e avançaram para as semifinais do surfe masculino na Olimpíada de Tóquio.

O primeiro dos brasileiros a cair no mar de Tsurigasaki, que chegou a ter ondas de 2,4 metros, foi Medina.

O bicampeão mundial encarou o francês Michel Bourez, dominou a bateria de início ao fim e despachou o europeu por 15.33 a 13.66. O grande momento da vitória veio com um aéreo perfeito, que lhe valeu nota 9 e o fez disparar na liderança.

Ítalo Ferreira em ação. Foto: Divulgação/COB
Ítalo Ferreira em ação. Foto: Divulgação/COB

Bourez ainda lutou e chegou a encaixar um tubo a quatro minutos do fim. Mas não foi o suficiente. Em seguida, foi a vez de Ítalo Ferreira encarar o local Hiroto Ohhara. Com menos de um minuto, Ítalo acertou um aéreo espetacular, recebeu a nota 9.73 - a mais alta dos Jogos até aqui - e estabeleceu a dominância no embate. Sem chegar a ser ameaçado, finalizou com um 16.30 contra 8 de Ohhara.

Semifinais e medalha garantida para o Brasil

Agora, Medina irá enfrentar o japonês Kanoa Igarashi nas semifinal, enquanto Ítalo enfrentará o australiano Owen Wright, que bateu Lucas Mesinas, do Peru, nas quartas de final. Com a combinação até o momento, o Brasil já garantiu pelo menos uma medalha de bronze na disputa da modalidade.

Após o fim da bateria masculina, será a vez de Silvana Lima representar o Brasil nas quartas de final do feminino, contra a americana Carissa Moore, líder disparada do circuito mundial e tetracampeã mundial.

Participe da conversa!
0