Alessandro Rodrigo conquistou a prata no arremesso de peso da classe F11 (atletas com cegueira total), ao lançar para 13,89m. Em uma prova de alto nível, a medalha de ouro ficou com o iraniano Mahdi Olad, do Irã, que anotou 14,43m, e o bronze para Oney Tapia, da Itália, que anotou 13,60m.

Na prova, Alessandro superou sua melhor marca na temporada três vezes, ao marcar 13,85m, depois 13,87m, e por fim 13,89m.

Alessandro é de Santo André (SP) e está em sua segunda participação numa Paralimpíada: no Rio-2016, conquistou o ouro na prova do lançamento de disco F11, na qual é especialista e competirá na próxima quarta-feira em Tóquio. Ele perdeu a visão por conta de uma toxoplasmose.

Além da medalha de Alessandro, o Brasil teve a prata de Vinícius Rodrigues no atletismo, nos 100m da classe T63 (atletas com amputação em uma perna, acima do joelho) e a de Bruna Alexandre no tênis de mesa classe 10 (amputados de um braço).

Participe da conversa!
0