O técnico Tite divulgou nesta sexta-feira (14) a lista de convocados da seleção brasileira para os jogos contra Equador e Paraguai, válidos pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. Os duelos acontecem nos dias 4, em Porto Alegre, e 8 de junho, em Assunção, respectivamente.

A seleção brasileira defende os 100% de aproveitamento conquistados até o momento. Em quatro jogos, foram quatro vitórias conquistadas, marcando o melhor início de competição em 50 anos.

Veja os convocados!

Goleiros:
Alisson (Liverpool)
Ederson (Manchester City)
Weverton (Palmeiras)

Laterais:
Dani Alves (São Paulo)
Danilo (Juventus)
Alex Sandro (Juventus)
Renan Lodi (Atlético de Madrid)

Zagueiros:
Eder Militão (Real Madrid)
Lucas Veríssimo (Benfica)
Marquinhos (PSG)
Thiago Silva (Chelsea)

Meias:
Fred (Manchester United)
Douglas Luiz (Aston Villa)
Casemiro (Real Madrid)
Paquetá (Lyon)
Fabinho (Liverpool)
Everton Ribeiro (Flamengo)

Atacantes:
Everton Cebolinha (Benfica)
Firmino (Liverpool)
Gabriel Jesus (Manchester City)
Gabriel Barbosa (Flamengo)
Neymar (PSG)
Richarlison (Everton)
Vinicius Junior (Real Madrid)

Com a volta de dois jogadores do Flamengo, o atacante Gabriel e o meia Everton Ribeiro, e do lateral-direito Daniel Alves, do São Paulo, e a presença inédita do zagueiro Lucas Veríssimo, ex-Santos e atualmente no Benfica, o técnico Tite convocou nesta sexta-feira a seleção brasileira para as partidas de junho contra Equador e Paraguai, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, que será no Catar. São 24 jogadores na lista divulgada para a volta do time nacional a campo depois de mais de seis meses.

O último jogo do Brasil foi a vitória por 2 a 0 sobre o Uruguai, em Montevidéu, pelas Eliminatórias, no dia 17 de novembro de 2020. Por conta da pandemia da covid-19, a Fifa e a Conmebol optaram por cancelar a quinta e a sexta rodadas, que estavam previstas para o mês de março. Agora, com essa retomada, Tite tem a missão de preparar a equipe para os confrontos do dia 4 de junho contra o Equador, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, e depois, no dia 8, para encarar o Paraguai, em Assunção.

Pela tabela anterior à paralisação, o Brasil enfrentaria a Colômbia, em Barranquilla, no dia 25 de março e a Argentina seria o seu adversário da sexta rodada como mandante. A Conmebol, agora, marcou a volta da competição com jogos da sétima e da oitava rodadas. Esses serão os últimos confrontos antes da disputa da Copa América. O torneio será disputado de 13 de junho e 11 de julho e as partidas estão previstas para acontecer na Argentina e na Colômbia.

As grandes novidades da convocação são o retorno do atacante Gabriel e do meia Lucas Paquetá, que vive boa fase no Lyon. Também está de volta o Daniel Alves, que tem jogado como lateral no time comandado pelo técnico argentino Hernán Crespo. Lucas Veríssimo ganhou vaga na zaga que nas últimas listas era de Felipe, ex-Corinthians e hoje no Atlético de Madrid.

A relação conta com 24 atletas para contemplar a presença do meia Douglas Luiz, do Aston Villa, da Inglaterra, que está suspenso contra o Equador por ter recebido o segundo cartão amarelo contra o Uruguai e só poderá enfrentar o Paraguai. Segundo jogador mais vezes convocado por Tite, o meia Philippe Coutinho é um desfalque confirmado. O jogador do Barcelona passou por nova cirurgia e não terá tempo hábil para participar nem mesmo da Copa América.

Neste momento, o Brasil é o líder isolado das Eliminatórias, com 12 pontos e 100% de aproveitamento até aqui: quatro vitórias em quatro rodadas - contra Bolívia (5 a 0), Peru (4 a 2), Venezuela (1 a 0) e Uruguai (2 a 0).

A lista divulgada nesta sexta-feira é válida apenas para os dois jogos das Eliminatórias. O Brasil terá até o dia 10 de junho para enviar a relação de convocados para a Copa América. O anúncio para o público, porém, será feito um dia antes. O ex-jogador Clodoaldo será o chefe de delegação nestas partidas contra Equador e Paraguai.

Assista a convocação da seleção ao vivo:

Participe da conversa!
0