O Operário foi derrotado pelo Guarani por 5 a 2, nesta terça-feira (1º), no Couto Pereira, pela segunda rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Os gols foram de Bruno Sávio, Bruno Silva, Régis, Matheus Davó e Lucão do Break para o Bugre, e Jean Carlo e Ricardo Bueno para o Fantasma.

Após vitória na estreia sobre o Vasco, por 2 a 0, o Operário agora conhece a primeira derrota na competição. Já o Guarani, que empatou com o Vitória no primeiro jogo, conquista os primeiros três pontos na Série B.

O confronto foi realizado em Curitiba já que o Germano Krüger, em Ponta Grossa, está vetado por conta da troca de gramado.

Em jogo muito movimentado, só o primeiro tempo rendeu quatro gols. O Bugre abriu o placar logo aos oito, após bobeada do zagueiro Rodolfo Filemon, que errou na saída de bola. Davó desceu pela direita e tocou para Bruno Sávio, que chutou cruzado e fez o primeiro. O Guarani ampliou aos 25 com um golaço de Bruno Silva, que soltou uma bomba de longe, no ângulo e sem chance de defesa para o goleiro Simão.

O Operário diminuiu aos 28 com Jean Carlo, após chute de esquerda de primeira, mas voltou a ser vazado logo em seguida, depois que Régis aproveitou o rebote de Simão e fez o terceiro do Guarani no Couto. O time paulista ainda reclamou de um gol legal aos 32, em jogada de Bruno Sávio, mas o assistente marcou impedimento. Nos acréscimos, o goleiro Rafael Martins ainda fez uma grande defesa, à queima roupa, após cabeçada de Ricardo Bueno.

+ Confira a tabela da Série B

| Albari Rosa/Foto Digital/UmDois Esportes

Mais gols e expulsões

O Guarani voltou com a mesma intensidade e chegou ao quarto gol com Matheus Davó, logo no começo do segundo tempo, após chute colocado. O Operário acordou e assustou com Leandrinho, mas Pablo fez o corte quase em cima da linha.

Insistente, o Fantasma conseguiu o segundo gol aos 13, com Ricardo Bueno. Após jogada de Djalma Silva pela esquerda, Alex Silva cabeceou, Rafael Martins deu o rebote e Bueno diminuiu no placar.

Nos acréscimos, o lateral-direito Alex Silva e o goleiro Rafael Martins se envolveram em uma confusão e foram expulsos. Antes do apito final, ainda deu tempo de o Guarani selar a vitória com o estreante Lucão do Break, que marcou o quinto em um golaço.

Próximos jogos do Operário:

Vitória x Operário, 13/6, 20h30, Barradão
Operário x Sampaio Corrêa, 16/6, Germano Krüger
Operário x Cruzeiro, 19/6, Germano Krüger

Ficha técnica

Operário 2x5 Guarani

Operário
Simão; Alex Silva, Rodolfo Filemon, Reniê e Silva; Leandro Vilela (Fábio Alemão), Rafael Chorão (Marcelo), Jean Carlo (Rafael Oller) e Leandrinho (Schumacher); Rodrigo Pimpão (Thomaz) e Ricardo Bueno. Técnico: Matheus Costa.

Guarani
Rafael Martins; Pablo, Thales (Índio), Carlão e Bidu; Bruno Silva, Rodrigo Andrade e Régis (Tony); Bruno Sávio (Gabriel Mesquita), Júlio César (Matheus Souza) e Matheus Davó (Lucão do Break). Técnico: Daniel Paulista.

Local: Couto Pereira, em Curitiba.
Arbitragem: Rodrigo Batista Raposo (DF).
Auxiliares: Leila Naiara Moreira da Cruz e Lehi Sousa Silva (DF)
Gols: Bruno Sávio (GUA) aos 8, Bruno Silva (GUA) aos 25, Jean Carlo (OPE) aos 28 e Régis (GUA) aos 29 do 1º; Matheus Davó (GUA) aos quatro, Ricardo Bueno (OPE) aos 13 e Lucão do Break (GUA) aos 47 do 2º
Cartões amarelos: Lucão do Break, Régis, Bidu e Thales (GUA).
Cartões vermelhos: Alex Silva (OPE) e Rafael Martins (GUA).

Participe da conversa!
0