O Paris Saint-Germain (PSG) confirmou neste sábado (19) que Neymar só voltará a jogar em janeiro. Com isso, o atacante brasileiro, que se recupera de entorse no tornozelo esquerdo sofrido há uma semana, desfalca a equipe francesa nos últimos dois compromissos no ano diante do Lille, líder do Campeonato Francês, e do Strasbourg.

Havia a expectativa de que Neymar atuasse já neste domingo (20), contra o Lille. O próprio técnico Thomas Tuchel havia dito que a lesão não era "muito grave". No entanto, depois de exames, o PSG informou que o craque brasileiro continua seu tratamento em uma "área de contusão óssea" e que seu retorno aos gramados está previsto para janeiro de 2021.

Neymar se machucou no domingo passado, na derrota por 1 a 0 para o Lyon. Ele recebeu uma entrada dura do brasileiro Thiago Mendes, que acabou suspenso por três partidas por causa dessa falta. Na ocasião, o camisa 10 saiu de campo com dores e chorando muito. Depois, disse que o choro era de "desespero, medo, angústia, cirurgia, muletas e outras lembranças ruins".

Fora do duelo contra o Lille, que vale a liderança do Campeonato Francês, neste domingo, e também do próximo jogo diante do Strasbourg, na quarta-feira, Neymar deve estar apto para retornar na partida contra o Saint-Étienne, dia 6 de janeiro. Será o primeiro compromisso do PSG em 2021.

Os outros desfalques são Danilo Pereira, Pablo Sarabia, Mauro Icardi, Abdou Diallo e Juan Bernat. Por outro lado, o brasileiro Marquinhos está recuperado de um problema no quadril e deve enfrentar o Lille, fora de casa, no encerramento da 16ª rodada.

Participe da conversa!
0