Após a decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) de liberar público para o jogo de volta do Flamengo contra o Grêmio, pela Copa do Brasil, 19 clubes do Brasileirão ameaçam adiar a próxima rodada da Série A, que será disputada neste fim de semana.

Na última semana, ficou acordado no Conselho Técnico de clubes do Brasileirão que os jogos seguiriam sem público em setembro. Há consenso entre as agremiações que a liberação de público só deve acontecer quando ocorrer para todo mundo, sob o risco de interferir na isonomia da competição.

Veja a tabela completa do Brasileirão!

Das 20 equipes, o Flamengo foi o único que não concordou. No último dia 8, a Prefeitura do Rio de Janeiro aceitou a solicitação do clube carioca e liberou a presença de público em três jogos da equipe a partir do dia 15 deste mês, incluindo a partida contra o Grêmio pela Copa do Brasil.

Porém, o Grêmio entrou no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) com um mandado de garantia de ordem personalíssima do clube para garantir que o confronto seja realizado sem a presença do público no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, assim como no primeiro embate entre as equipes.

O presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol (STJD), Otávio Noronha, deferiu o pedido de intervenção dos 17 clubes da Série A para atuarem como terceiros interessados na Medida Inominada do Flamengo e indeferiu o pedido de reconsideração para revogar a liminar que liberou a presença de público nos jogos do clube carioca em competições nacionais.

Sem concordar com a decisão do STJD, os clubes se uniram para passar a mensagem ao tribunal e ao clube carioca, ameaçando boicotar a próxima rodada do Brasileirão.

Participe da conversa!
0