Com um gol do meia alemão Kai Havertz, o Chelsea venceu o Manchester City por 1 a 0, na tarde deste sábado (29), no Estádio do Dragão, em Portugal, e conquistou o bicampeonato da Liga dos Campeões. O gol da vitória saiu aos 41 minutos do primeiro tempo.

Após receber passe milimétrico de Mason Mount, Havertz teve tranquilidade para driblar o goleiro brasileiro Ederson e, de perna esquerda, apenas empurrar para a meta vazia. Este é o segundo título do Chelsea na competição. Antes, a equipe já havia conquistado o caneco na temporada 2011/12.

O início do duelo apontava uma postura ofensiva do City de Guardiola, contra um Chelsea que apostava numa linha de cinco defensores, com três zagueiros, liderados por Thiago Silva.

Confira como foi o tempo real de Chelsea x Manchester City!

Com isso, o City dominava a posse de bola, enquanto o Chelsea do técnico Tomas Tüchel apostava em saídas rápidas em velocidade. Aos poucos, a estratégia da equipe de Londres começou a dar resultado. Aos 14, Werner recebeu livre na área, mas finalizou sem força, para defesa de Ederson. Aos 16, foi a vez do volante Kanté surgir na área e cabecear para fora.

Aos 27, foi a vez do City chegar. Phoden recebeu passe de De Bruyne e finalizou, para corte providencial do zagueiro Rüdiger. Aos 38, Thiago Silva deixou o jogo lesionado. Cinco minutos depois, o Chelsea chegou para marcar, com o meia Havertz - o alemão teve tranquilidade para driblar o goleiro e anotar o gol do título.

Na segunda etapa, o duelo virou de ataque contra defesa. O City dominava a posse de bola, contra um Chelsea fechado. Aos 15, De Bruyne se chocou com Rudiger e teve de ser substituído. Em seu lugar, entrou Gabriel Jesus. Aos 16, Sterling soltou uma bomba e a bola explodiu em James. A equipe do City reclamou de pênalti, mas o árbitro mandou seguir.

O City amassava o Chelsea. Mas aos 28, os Blues tiveram a chance de matar o jogo. Pulisic saiu na cara do gol e mandou pra fora. Aos 30, Guardiola apostou na entrada de Agüero. O duelo começou a ganhar contornos dramáticos. Mas, apesar da pressão do City, o Chelsea soube se defender com solidez, mesmo com sete minutos de acréscimos, e garantiu a histórica conquista.

FICHA TÉCNICA

MANCHESTER CITY 0 x 1 CHELSEA

Manchester City - Ederson; Walker, Stones, Rúben Dias e Zinchenko; Gündogan, De Bruyne (Gabriel Jesus) e Bernardo Silva (Fernandinho); Sterling (Aguero), Mahrez e Foden. Técnico: Pep Guardiola.

Chelsea - Mendy; Azpilicueta, Thiago Silva (Christensen), Rüdiger e James; Jorginho, Kanté, Chilwell, Harvetz e Mount (Kovacic); Werner (Pulisisc). Técnico: Tomas Tuchel.

Gol - Harvertz, aos 42 minutos do primeiro tempo.
Cartões amarelos - Gündogan e Gabriel Jesus (Manchester City); Rüdiger (Chelsea).
Árbitro - Antonio Miguel Mateu Lahoz (Fifa-Espanha).
Renda - Não divulgada.
Público - 14.110 torcedores.
Local - Estádio do Dragão, na Cidade do Porto, em Portugal.

UmDois e Mauro Cezar vão sortear sete camisas de equipes das Séries A e B do Brasileirão? Quer concorrer? Clique e saiba como ou assista ao vídeo abaixo!

Participe da conversa!
0