A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou os valores de premiação da Copa do Brasil 2021. O campeão leva R$ 56 milhões - se estiver participando desde a primeira fase, pode somar até R$ 73,65 milhões.

As cotas nas duas primeiras fases são divididas em três grupos, de acordo com a classificação. O Grupo 1 é formado por times que estão entre os 15 primeiros do Ranking Nacional de Clubes: Flamengo, Palmeiras, Grêmio, Internacional, Athletico, Santos, Corinthians, São Paulo, Atlético-MG, Cruzeiro, Bahia, Fluminense, Botafogo, Ceará e Chapecoense.

O Grupo 2 engloba os demais clubes da Série A: América-MG, Fortaleza, Atlético-GO, Bragantino, Cuiabá, Juventude e Sport.

Coritiba e Paraná estão no Grupo 3, juntamente com os outros 56 clubes participantes.

Com uma fase a menos, os valores deste ano são maiores que o da edição passada, com acréscimos em todas as fases. O campeão da edição 2020 vai receber R$ 54 milhões, enquanto que o vencedor deste ano R$ 56 milhões, por exemplo.

A grande final da Copa do Brasil 2020 ainda será realizada entre Grêmio e Palmeiras. Na partida de ida, o time paulista venceu por 1 a 0. A partida decisiva acontece no próximo domingo (8), às 18h, no Allianz Parque, em São Paulo.

Confira a premiação por fases da Copa do Brasil: 

1ª fase: R$ 1,15 milhão (Grupo 1); R$ 990 mil (Grupo 2) e R$ 560 mil (Grupo 3) 
2ª fase: R$ 1,35 milhão (Grupo 1), R$ 1,07 milhão (Grupo 2) e R$ 675 mil (Grupo 3) 
3ª fase: R$ 1,7 milhão 
Oitavas de final: R$ 2,7 milhões 
Quartas de final: R$ 3,450 milhões 
Semifinal: R$ 7,3 milhões 
Vice: R$ 23 milhões 
Campeão: R$ 56 milhões

Participe da conversa!
0