Chapecoense comunica morte do presidente Paulo Magro, vítima da Covid-19
| Foto: Marcio Cunha/Chapecoense

O presidente da Chapecoense, Paulo Ricardo Magro, faleceu nesta quarta-feira (30). O dirigente, de 58 anos, estava internado desde 18 de dezembro com Covid-19.

Em seu site oficial, o clube catarinense comunicou o falecimento e exaltou o papel de Magro na retomada do time, que lidera a Série B e está muito próximo de garantir o retorno ao Brasileirão. Ele estava no cargo desde 2019.

"Paulo foi um dos grandes responsáveis pela retomada da Chapecoense, dentro e fora de campo. Com a sua coragem, idoneidade e sabedoria, ele permitiu que o time alviverde voltasse a trilhar um caminho vitorioso, pavimentado pela dignidade e pelo trabalho – valores tantas vezes pregados pelo nosso querido presidente", diz a publicação da Chape.