O Atlético-GO aproveitou a ida ao Paraguai nesta semana para o duelo contra o Libertad, válido pela Sul-Americana, e se tornou o primeiro clube brasileiro a ser vacinado contra a Covid-19. A vacinação aconteceu na última quinta-feira, mesmo dia em que o Dragão derrotou os paraguaios por 2 a 1 e seguiu no topo do seu grupo na competição internacional.

A notícia não caiu muito bem nas redes sociais e o presidente do clube, Adson Batista, disparou contra os críticos. "Tem muita gente que fala muita coisa, mas não tem coragem. Muitos têm dor de cotovelo, mas queriam estar no nosso lugar. Isso aí é conversa de quem não tem o que fazer e jogam com a ignorância das pessoas", disse o dirigente à Rádio Sagres 730.

As vacinas foram doadas pela Conmebol em uma parceria da entidade com a empresa farmacêutica Sinovac.

Participe da conversa!
0