Transmissão

Athletico ganha queda de braço e Paranaense terá streaming dos próprios clubes

Athletico ganha queda de braço e Paranaense terá streaming dos próprios clubes
| Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo
  • Por Fernando Rudnick
  • 24/02/2021 01:53

Com transmissão de apenas um jogo por rodada na TV aberta, o Campeonato Paranaense volta ao streaming a partir deste sábado (27), na estreia do torneio.

Mas ao invés da plataforma DAZN, que exibiu a temporada passada de forma exclusiva, desta vez os jogos podem ser transmitidos pelos próprios clubes, segundo apurou o UmDois Esportes.

A situação se definiu apenas nessa terça-feira (23) e tem relação direta com a assinatura de contrato entre a Federação Paranaense de Futebol (FPF), os 12 clubes participantes e a Rede Massa, que pagará R$ 4,8 milhões (R$ 400 mil por clube) para mostrar o Estadual.

O acordo foi modificado de última hora, por causa do Athletico, que requisitou cláusulas liberando o streaming próprio. Um aditivo contratual foi feito e a última assinatura faltante, do Coritiba, será dada na manhã desta quarta-feira (24). À tarde, o campeonato será oficializado na emissora do apresentador Ratinho, afiliada do SBT do estado.

A mudança no contrato implica na liberação do streaming para os times mandantes que assinarem o adendo. No entanto, caso algum clube não tenha condição de realizar a transmissão, é possível um acordo para que o visitante faça a exibição pela internet.

O Estadual começa no sábado com Cianorte x Athletico, às 17h15, na TV aberta. Depois, Londrina x Maringá, às 19h15, pode ter transmissão via streaming, assim como acontecerá na partida entre FC Cascavel x Paraná, com início marcado para 19h30.

O presidente da Serpente, Valdinei Silva, confirmou à reportagem que vai transmitir o jogo de graça pela internet.

FPF quer lançar streaming próprio

A FPF também planeja lançar sua própria plataforma de streaming, que funcionaria como alternativa para os times que não fossem exibir seus jogos. No entanto, por causa do tempo reduzido para o início do campeonato, a iniciativa pode ser adiada para uma melhor estruturação.

O projeto da Federação ainda precisa ser aprovado pelas equipes, que decidiriam entre propostas de duas empresas especializadas: TVNSports, que mostra o Catarinense, e LiveSports, fundada pelo ex-diretor da ESPN João Palomino.

Participe da conversa!
0

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.