Com a expulsão de Willian Farias no empate com o Athletico, o técnico Gustavo Morínigo terá que mexer na equipe titular do Coritiba para a primeira partida da final do Campeonato Paranaense, contra o Maringá, na próxima quarta-feira (30), às 20h, no Willie Davids.

Farias foi expulso aos sete minutos do segundo tempo, depois de a bola atingir o seu braço dentro da área. Na ocasião, o árbitro decretou pênalti (convertido por Pablo) e deu o segundo amarelo ao jogador coxa-branca.

Confira a tabela do Campeonato Paranaense

A primeira providência de Morínigo após a expulsão foi sacar Thonny Anderson e colocar Val na equipe. E a tendência para o primeiro jogo da final é que, justamente, Val seja o substituto de Farias.

“Val, que fica marcando acima, é muito importante. E todo o time, tanto no setor ofensivo como o defensivo. O comprometimento que vem tendo todos os jogadores, não só os que jogam, é muito bom”, afirmou o comandante alviverde.

Contra o Cianorte, nas quartas de final, Willian Farias já havia ficado de fora, em razão de um edema na coxa. Naquela partida, quem entrou na vaga foi Gustavo Bochecha, pois Val cumpria suspensão.

No entanto, no primeiro jogo contra o Athletico, mesmo recuperado, Willian começou no banco, com Val formando a dupla de volantes com Andrey na Arena.

Henrique também fora do primeiro jogo

Além de Willian Farias, quem também fica fora da partida de ida contra o Maringá é o zagueiro Henrique. O camisa 3 recebeu o terceiro cartão amarelo diante do Athletico - ele também havia sido amarelado em dois jogos contra o Cianorte, na primeira fase e nas quartas de final.

Para a vaga, os zagueiros Guillermo, recuperado de lesão, e Márcio Silva são opções de Morínigo.

Participe da conversa!
0