Mesmo após a derrota para o Athletico, por 1 a 0, o head esportivo do Coritiba, René Simões, valorizou a atuação da equipe alviverde no Couto Pereira. O time de Gustavo Morínigo foi superior no primeiro tempo e perdeu várias chances, e sofreu o gol no último minuto de jogo, de pênalti.

"Não jogamos contra uma equipe qualquer, um time que vem invicto há bastante tempo, e colocamos eles no bolso, simplesmente colocamos o time no bolso, e eles não conseguiram jogar. Quantas defesas fez o Rafael? Absolutamente nenhuma", disse em entrevista coletiva.

René avaliou que o Coxa apresentou a melhor partida até agora na temporada, mesmo com o resultado negativo, que derrubou a equipe para a 15ª posição na tabela, com 15 pontos. Foi o quinto jogo sem vencer, sendo a terceira derrota consecutiva.

"Acho que foi a melhor partida nesses 34 jogos. Lamentavelmente o gol não veio, fruto de algumas intervenções fabulosas do goleiro, outras por erros nosso, outras por causa do VAR.

O dirigente ressaltou os objetivos do Coxa no Brasileirão, após ter conquistado o acesso no ano passado.

"Queremos a Sul-Americana e a Libertadores, óbvio que queremos, mas nós entramos para ficar na Série A. Esse campeonato é muito difícil. Tem que ter muita calma para administrar a ansiedade e a expectativa dos outros, saber qual é a sua, e trabalhar. Nós tínhamos uma campanha absolutamente fenomenal".

+ Confira a tabela do Brasileirão

René também aproveitou para pedir paciência aos torcedores do Coritiba.

"O nosso meio-campo estava encantando todo mundo, o (Willian) Farias, Thonny (Anderson)e Andrey. E agora para reestabelecer essa química não é fácil. Todo o conjunto se move de acordo com alguma coisa, e quando tira essa engrenagem, interfere em tudo. Tem que ter paciência e confiança no trabalho. É muito simplista como as pessoas olham o futebol ganhou, perdeu".

Pablo, do Athletico, responde

O atacante Pablo, do Athletico, respondeu as declarações de René após a partida, e aproveitou para elogiar a equipe rival.

"Cada um fala o que acha que tem que falar. Não vi a fala, mas pouco me importa. O que importa é que vencemos a partida. Eu sou fã do futebol onde você domina o adversário e vence os jogos. A gente sabe que a cobrança é o resultado. E o resultado foi positivo, tenho que parabenizar os meus companheiros. O outro lado vai lamentar, vai chorar, vai reclamar, tem mil situações. Eles têm uma boa equipe, com grandes jogadores, os quatro da frente, a defesa experiente, é uma boa equipe, temos que respeitá-los também. Sofremos, mas vencemos", disse em entevista coletiva.

O próximo jogo do Coritiba é na sexta-feira (24), contra o Internacional, em Porto Alegre. O time gaúcho ocupa a quinta posição na tabela, com 21 pontos.

Participe da conversa!
0