Após o empate do Coritiba com o Vitória por 0 a 0, o técnico Gustavo Morínigo disse que todos estão ansiosos para o reencontro com a torcida no Couto Pereira. O confronto do próximo sábado (25) contra o Guarani, às 21h, marcará o retorno dos torcedores alviverdes ao estádio.

"É um reencontro esperados por todos nós. Esperamos que nossa torcida seja o 12º jogador, como sempre foi e segue sendo. Necessitados em todos os momentos deles. Eles seguem sendo uma peça fundamental para conseguimos o que buscamos, eles são parte do projeto. Que eles vão com alegria. E nós vamos fazer tudo o possível para que saiam com alegria", declarou o treinador, que comandará o Coxa pela primeira vez com torcida no Couto Pereira.

Serão 5 mil sócios que poderão comparecer no estádio cumprindo todos os protocolos de segurança exigidos pelo clube.

Morínigo analisa empate contra o Vitória

O Coritiba ficou no empate sem gols com o Vitória, mas Morínigo avaliou que a equipe poderia ter saído com a vitória. Os três pontos, segundo ele, só não vieram por uma boa atuação de Lucas Arcanjo, goleiro do Leão.

"Não ter gol foi ruim, mas tivemos muitas chances que não aproveitamos. O goleiro deles defendeu três chances que tranquilamente poderiam ter sido gol. Não aproveitamos as situações e nos complicamos, mas tratamos de jogar sempre como temos feito, tocando muito a bola e tratando de chegar em velocidade.", afirmou ele.

"No primeiro tempo, não tivemos muita presença de área. No segundo, melhoramos, mas não conseguimos marcar a diferença. Terminamos com um resultado que não viemos buscar, mas, ao final, pudemos somar", completou.

+ Confira a classificação completa da Série B e os próximos jogos do Coritiba

O treinador ainda analisou que o momento do Vitória, que luta contra o rebaixamento, foi um fator que dificultou a apresentação do Coritiba. Morínigo também já projetou os dois próximos jogos do Coritiba como mandante - e agora com o apoio da torcida.

"O mais difícil de se enfrentar sempre no futebol são equipes que estão necessitadas da vitória. Eles correm o dobro, se dedicam o dobro. É muito difícil. Nós tivemos que igualar isso e jogar também. Hoje, não conseguimos os três pontos, que era o que viemos buscar. Agora, é pensar no que temos pela frente, que é uma partida muito linda em casa, no Couto, dois jogos seguidos como local", finalizou o comandante coxa-branca.

Participe da conversa!
0