O rebaixamento do Coritiba irá custar caro aos cofres do clube. Como as receitas com as cotas de televisão diminuem drasticamente na Série B, o Coxa receberá cerca de 85% menos dinheiro na próxima temporada com direitos de transmissão.

O Coritiba recebeu aproximadamente R$ 40 milhões disputando a Série A. Foram R$ 22 milhões do acordo com a Rede Globo e outros R$ 17 milhões do acordo com a Turner, valor que pode ser ligeiramente maior pela variável de audiência da TNT prevista no contrato.

Já na Série B, o Coritiba receberá apenas R$ 6 milhões. Apenas a Globo transmite a Segundona e o acordo, firmado desde 2019, prevê que os 20 clubes recebam a cota igualitária da transmissão.

O valor da televisão é a principal fonte de receita dos clubes. Sem a previsão de receita com bilheteria, já que não existe previsão para abertura dos estádios ao público durante a pandemia, o Coritiba também vai arrecadar com patrocínio e placas de publicidade e eventuais vendas de atletas.

Participe da conversa!
0