O Coritiba inicia, neste sábado (30), o segundo turno do Brasileirão com uma missão fundamental: vencer fora de casa. Até aqui, o Coxa é o único time que não ganhou longe dos seus domínios. Em nove jogos, foram apenas dois empates e sete derrotas.

Resultados que deixaram o Alviverde rondando a zona de rebaixamento. A equipe é a 13ª colocada, com 22 pontos, apenas dois a mais que o Cuiabá, que é o 17º. E para encerrar esse tabu e se afastar da incômoda briga, o Coritiba pode aproveitar o fato de enfrentar concorrentes diretos longe do Couto Pereira.

+ Confira a classificação completa do Brasileirão

Neste returno, o Coxa fará dez partidas como visitante, sendo cinco contra times que, neste momento, estão abaixo dele na tabela, começando pelo Goiás, o 14º, sábado, às 16h30, na Serrinha.

Depois, ainda encara, na sequência, América-MG (15º), Fortaleza (20º), Juventude (19º) e Cuiabá (17º). Porém, estes três últimos adversários só serão enfrentados nas últimas cinco rodadas da competição.

Além destes, o Alviverde ainda encara o Botafogo (11º), que está apenas dois pontos acima, fora de casa. Ou seja, dos dez confrontos longe do Couto, seis são contra times que estão na metade debaixo da tabela.

Concorrentes diretos do Coritiba estão entre os piores mandantes do Brasileirão

Sem falar que estes seis adversários estão entre os oito piores mandantes do Campeonato Brasileiro. O pior é o Fortaleza, que em dez partidas venceu só uma vez, somando mais seis empates e três derrotas.

Já o Juventude é o segundo pior, com duas vitórias, três empates e cinco derrotas, seguido pelo Botafogo, com três vitórias, um empate e cinco derrotas como mandante.

Os outros quatro adversários serão Fluminense (3º), São Paulo (10º), Palmeiras (1º) e Athletico (5º). Um ponto positivo é que os quatro estão envolvidos em mais uma ou duas competições, entre Copa do Brasil, Libertadores e Sul-Americana.

Participe da conversa!
0