O torcedor do Coritiba tem mais um reforço para acompanhar de perto na temporada 2022. O zagueiro uruguaio Guillermo é a quinta contratação da diretoria para o ano. Anunciado na última quarta-feira (12), o jogador chega ao Brasil para a sua primeira experiência no país, depois de defender a Universidad Católica nas últimas cinco temporadas.

O defensor assinou contrato até o final de 2022, com possibilidade de renovar por mais um ano. Ele agora aguarda o nome ser regularizado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF.

O UmDois Esportes apresenta mais sobre o perfil e as características do jogador de 30 anos que chega para brigar por uma vaga na zaga alviverde.

Guillermo de los Santos, novo reforço do Coritiba
Guillermo de los Santos, novo reforço do Coritiba| EFE José Jácome

Quem é Guillermo

Nascido em Montevidéu, no Uruguai, Guillermo Daniel de los Santos Viana tem 1,81m e foi revelado pelo Cerro, do Uruguai, onde ficou de 2011 a 2013. De lá seguiu para o Nacional-URU, clube no qual foi campeão na temporada 2014/2015.

Em setembro de 2015, quando já defendia o Defensor Sporting, sofreu uma lesão no ligamento do joelho, aos 25 anos, e ficou afastado por seis meses. A chegada à Universidad Católica-EQU veio em agosto de 2017, onde se transformou em um dos líderes da equipe.

Em quatro temporadas, ele disputou 116 jogos e marcou quatro gols - o último anotado na Libertadores 2021, na partida contra o Liverpool-URU, pela primeira fase da competição. A temporada onde mais esteve em campo foi em 2018, quando disputou 39 partidas na temporada.

Guillermo também defendeu o Uruguai jogando pela seleção sub-22 nos Jogos Pan-Americanos em 2011 e também no Mundial sub-20. Antes de acertar com o Coxa, ele tinha uma proposta do Barcelona de Guayaquil.

Perfil

A jornalista Carlita Ayala, da Goltv Ecuador, acompanhou de perto os passos de Guillermo em sua passagem de 2017 a 2021 na Universidad Católica-EQU e falou mais sobre as características do jogador.

"Muito bom jogador, e foi muito regular nos quatro anos em que esteve na Universidad Católica. Um líder muito aguerrido na defesa. Acredito que ele pode brigar pela titularidade, a depender, obviamente, de muitos fatores, principalmente na adaptação em seu novo clube".

A boa antecipação e jogo aéreo são alguns dos pontos fortes do uruguaio.

"Aqui no Equador ele deixou uma impressão muito boa em termos de regularidade, bom ritmo de jogo e contribuição para o time. Em uma temporada, por uma necessidade da equipe, jogou como lateral e se saiu bem, mesmo jamais tendo jogado nessa posição. Acredito que se possa, sim, ser um bom reforço, ele oferece muita segurança em seu setor e, se mantiver o nível futebolístico que mostrou na Católica, e por sua experiência, pode contribuir muito.

+ Mercado da bola: siga o vai e vem do Coritiba e do futebol brasileiro

O jornalista Stalin Cobeña, da Rádio Cobertura 104.1 Fm, de Quito, também acompanhou a passagem do zagueiro pelo Equador.

"É um jogador forte, muito aguerrido, com muita gana de atuar bem. Chega bem por cima, e costuma ir bastante à área nos escanteios, ataca e defende bem. É um pouco lento no um contra um, não é tão rápido, mas tem boa técnica. É um jogador típico central forte, sobretudo no jogo aéreo e posicionamento, e também tem bom comportamento".

Drama familiar

O zagueiro passou por um drama familiar no dia 2 de outubro de 2014. Aos 23 anos, quando jogava no Nacional, ele perdeu a sua esposa, que faleceu vítima de um câncer. Na época, a filha do jogador, Ainara, tinha apenas um ano e meio. No dia do falecimento, o Nacional, de luto, suspendeu todas as atividades.

"Tudo começou em 2012, quando minha filha nasceu e ela (esposa) foi diagnosticada com tumores nos ovários. A partir daí as coisas pioraram. E era uma questão de tempo, esperar um milagre ou o que aconteceu, infelizmente", disse o jogador em entrevista ao jornal Referí, na época do falecimento.

Reportagem do jornal Referí, sobre o falecimento da esposa de Guillermo, em 2014
Reportagem do jornal Referí, sobre o falecimento da esposa de Guillermo, em 2014

Guillermo de los Santos, temporada a temporada

2016 - Defensor Sporting-URU - 16 jogos
2017 - Defensor Sporting-URU - 35 jogos e Universidad Católica-EQU - 15 jogos
2018 - Universidad Católica-EQU - 39 jogos
2019 - Universidad Católica-EQU - 33 jogos
2020 - Universidad Católica-EQU - 24 jogos
2021 - Universidad Católica-EQU - 25 jogos

Participe da conversa!
0