O técnico Gustavo Morínigo, do Coritiba, lamentou a perda do título da Série B e disse que a situação tem um impacto grande na temporada 2022. Com a derrota para o CSA por 1 a 0 e a vitória do Botafogo sobre o Brasil de Pelotas, o Coxa não tem mais chances de ficar com a taça.

Depois de passar 17 rodadas na liderança, o Coritiba tinha a chance de conquistar o tricampeonato e entrar direto na terceira fase da Copa do Brasil. Apesar disto, Morínigo destacou que o objetivo principal do clube, que era o acesso, foi conquistado.

"Tem impacto, porque seria bom entrar direto na terceira fase da Copa do Brasil e receber uma verba maior com o título. Então, é claro que tem um impacto, não vou negar. Estávamos focados no título. Infelizmente, perdemos a oportunidade aqui em nosso campo, mas o esforço foi tremendo. Um esforço de todo mundo. Foi um ano complicado. Foi uma Série B muito difícil, a mais dura de todos os tempos. Mas o objetivo principal sempre foi o acesso", declarou.

O técnico ainda comentou sobre o sentimento do grupo após ter deixado o título escapar. "Ficou um vestiário calado, triste. Fizemos todo o esforço, mas infelizmente não conquistamos. Mas precisamos trabalhar, evoluir, porque virão coisas muito mais difíceis", completou.

Morínigo diz que está conversando com diretoria sobre seu futuro

O treinador também falou sobre seu futuro no Coritiba. Morínigo tem contrato até o fim de 2022, mas, depois de alcançar o acesso, deve receber propostas de outras equipes. O técnico disse que está conversando com a diretoria, que já disse que a permanência dele e de sua comissão precisarão estar dentro do planejamento do Coxa.

"O planejamento do clube está aí e a diretoria maneja isso. Independente se a gente fique ou não, o planejamento é o mesmo. Essa semana estamos conversando, fechando algumas coisas pessoais e, a partir daí, vamos estar focados ao trabalho novamente para terminar da melhor maneira", finalizou.

O Coritiba encerra a temporada diante da Ponte Preta no próximo domingo (28), às 16h, no Moisés Lucarelli, em Campinas.

Participe da conversa!
0