O técnico Gustavo Morínigo lamentou o "apagão" inicial e os erros cometidos que refletiram na derrota do Coritiba para o Cruzeiro, por 3 a 0, pela 29ª rodada da Série B. Após o terceiro jogo consecutivo sem vitória, o comandante alviverde avaliou a queda de produtividade da equipe e o resultado adverso.

"Houve uma queda de efetividade e não de rendimento. Cometemos erros, o adversário nos surpreendeu e acabamos pagando caro. Não foi uma noite boa para nós neste aspecto e lamentamos muito o resultado", comentou o treinador em entrevista coletiva.

Em uma apresentação anormal para a melhor defesa da Série B, o treinador evitou pontuar os erros defensivos e considerou que o coletivo foi o que mais atrapalhou a equipe na partida.

+ Veja a tabela da Série B

"O sistema defensivo depende de toda a equipe, não somente da defesa. Se nos equivocamos na defesa, é um todo. O trabalho é sempre da equipe. Nos equivocamos em todas as partes e não tivemos a efetividade. Hoje foi um dia de erros, mas não podemos nos desesperar e achar que está tudo errado", disse.

Com a derrota diante de pouco mais de 2 mil torcedores presentes, que em certos momentos chegaram até a perder a paciência com o desempenho da equipe, Morínigo destacou a importância de manter a sintonia entre equipe e torcida e reforçou o pedido de apoio até o final da competição em busca do acesso à Série A.

+ Veja como foi o jogo entre Coritiba e Cruzeiro

"Estamos em uma situação boa e precisamos de apoio em todos os momentos. Precisamos que a torcida continue acreditando, pois não vamos deixar de lutar até o final. Estamos perto de conseguir o objetivo, sabemos da dificuldade do torneio e estamos na primeira colocação. Para que tudo flua, precisamos estar na mesma sintonia", finalizou o treinador.

Participe da conversa!
0