No próximo domingo (4), Gustavo Morínigo completa três meses no Coritiba. Confirmado como técnico do Coxa no dia 4 de janeiro de 2021, o paraguaio viveu, nestes 90 dias, praticamente de tudo. Pegou um time em baixa, mostrou uma evolução, fez uma pré-temporada forçada e agora vai iniciando um novo ano reconstruindo a equipe.

Neste período com o treinador, o Alviverde entrou em campo 14 vezes, somando cinco vitórias, quatro empates e cinco derrotas. No entanto, em cinco oportunidades Morínigo não foi para a partida, por questão de contrato, Covid-19 ou para ficar comandando o time que estrearia na nova temporada, com o auxiliar Júlio Sérgio sendo o responsável pelo jogo.

Assim, os números dele ficam ainda melhores, pois nestas nove partidas em que, de fato, foi o técnico do Coriiba à beira do gramado, foram cinco vitórias, um empates e três derrotas, com o aproveitamento subindo para 59,2%

Além disso, deu mais espaço para garotos da base. Natanael se firmou na lateral-direita, Arthur, Henrique Vermudt, Thalisson Gabriel, Guilherme Biro, Matheus Bueno, Luiz Henrique e Pablo Thomaz ganharam oportunidades.

Morínigo mudou o Coritiba com o carro andando

Apostas que foram feitas em cima do momento do Alviverde. Quando Morínigo chegou, o Coritiba era o lanterna do Brasileirão, com apenas 21 pontos, sete atrás do Bahia, então o primeiro fora da zona de rebaixamento. Com poucas chances de escapar da queda, o técnico aproveitou os jogos para testar peças.

Tanto que, embora não tenha chegado nem perto de esboçar uma possibilidade de permanência na Série A, em algumas partidas mostrou uma melhora da equipe na forma de jogar.

Com a queda confirmada na 36ª rodada, os últimos jogos serviram ainda mais de laboratório, com alguns nomes já sendo poupados, principalmente a despedida da elite, contra o Atlético-GO, quando um time alternativo foi para Goiânia.

Coritiba 2021 começou antes da temporada

Ali, Morínigo já estava focado em 2021 e ficou em Curitiba para aproveitar a semana e já trabalhar o grupo que iria começar o Campeonato Paranaense dias depois. Porém, com o adiamento das rodadas, ganhou uma pré-temporada improvisada.

Gustavo Morínigo, em treino do Coritiba em Joinville
Morínigo tem aproveitado os intervalos entre jogos para aprimorar a equipe, entre reforços e garotos da base.| Divulgação/Coritiba

Foram três semanas de treinamentos, que também serviram para encaixar os reforços que foram chegando aos poucos. A maioria, inclusive, já virou titular.

Dos 13 reforços confirmados para 2021, 11 já estrearam, sendo que sete deles já aparentam ser peças importantes para o treinador - Luciano Castán, Wellington Carvalho, Romário, Willian Farias, Valdeci, Waguininho e Léo Gamalho.

+ Mercado da Bola do Coritiba: siga as contrações em tempo real

Mercado da Bola do Coritiba
Mercado da Bola do Coritiba| UmDois Esportes
Participe da conversa!
0