A contratação do volante Gustavo Bochecha pelo Coritiba vai virando uma novela. O Juventude, clube ao qual o jogador pertence, está dificultando a negociação, mas segundo apuração do UmDois Esportes nada está definido.

Na semana passada, o vice-presidente de futebol do time gaúcho, Osvaldo Pioner, já havia falado ao UmDois Esportes que o Juventude não tinha o interesse de se desfazer do volante neste momento, uma vez que ele agrada à diretoria, principalmente o presidente Walter Dal Zotto Júnior.

Nos últimos dias, Coxa e Goiás demonstraram interesse e fizeram a oferta ao Juventude. Inicialmente, Bochecha gostou mais da proposta do Coritiba, de empréstimo até o final de 2021. O jogador, inclusive, deixou isso claro para a diretoria gaúcha, o que mantém a confiança do lado do Alviverde de que ainda possa ter negócio.

Ao longo de toda a segunda-feira (12), várias reuniões entre todas as partes aconteceram para tentar chegar a um acordo, o que pode acontecer nos próximos dias.

Entre as conversas, o Juventude afirmou que não gostaria de liberar Gustavo Bochecha antes do fim do Campeonato Gaúcho, o que passa diretamente pela manutenção da comissão técnica.

Marquinhos Santos assumiu a equipe após o fim da Série B e com o treinador Bochecha perdeu espaço, embora tenha sido titular nos últimos três jogos. Após a eliminação da Copa do Brasil, cogitou-se a demissão do treinador. A manutenção ou mudança da comissão técnica pode pesar na negociação.

O Juventude é o quinto colocado no Estadual, com 13 pontos, um a menos que o Caxias, o quarto, mas com oito jogos. Restam apenas duas rodadas para o fim da primeira fase e os quatro primeiros avançam para o mata-mata.

Participe da conversa!
0